em cada esquina

Que os acasos insistam em nos encontrar

Marina Zotesso

Psicóloga, bailarina e escorpiana. Definida por ser curiosamente ativa, acredita em destino e em amores impossíveis.

@mazotesso

Inspirado na cor dos seus olhos

A cor dos olhos de quem mudou o meu olhar


olhar.jpg

Não foi preciso muito, apenas uma segunda pela manhã bastou para me lembrar do por que a diferença existia em você, do por que era fácil apaixonar-se ao teu lado.

Por mais que passassem as horas e os dias, a lembrança do seu rosto era algo fixo em minha mente. Somente aí percebi que sempre foram seus olhos, sempre foram eles que decerto me guaiaram, até o mais fundo de minha alma. Justamente pelos olhos serem as janelas da alma é que se pode ver o mais oculto do ser, o intrínseco de nós é revelado pelas portas expostas no rosto.

A transparência se faz nítida. Seus olhos me mostraram além do que se poderia ver, eles ultrapassaram a barreira impermeável de minha própria existência, e me invadiram de uma completa lucidez. Como se tudo estivesse previsto, me entreguei e me joguei, me defrontei com minha própria finitude.

Pela cor dos seus olhos eu me iludi, vendo todo o futuro que almejava projetado neles. Por outra vez, eu tive que me esconder para não me envolver, e deixar que a loucura me guiasse até você.

O que me conquistou, sem dúvida, não foram seus olhos penetrantes nos meus, mas a cor deles meu caro. A cor dos seus olhos foi uma mistura de amor e ódio. Afinal, teu olhar é que foi único, ele que me ganhou do começo ao fim, ele que me roubou noites de sono e trouxe dias de abandono. Quando teu olhar me deixou, levou o meu contigo. Seu olhar levou minha brisa.

E em plena segunda, me deparo com a lembrança deles. A cor dos seus olhos mudou a maneira como conduzi minha vida. Coitado mesmo dos meus olhos, que se apaixonaram pelos seus e ainda buscam, em vão, por todas as esquinas alguém que os encante de tamanha forma como apenas você o fez.

E volto a lhe dizer, que por você, é que hoje ando sorrindo sem motivos para estranhos na rua, somente por saber, que foi o único que inspirou os sonhos adormecidos no meu olhar.

atrave.jpg


Marina Zotesso

Psicóloga, bailarina e escorpiana. Definida por ser curiosamente ativa, acredita em destino e em amores impossíveis. @mazotesso.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Marina Zotesso