Rafael Oliveira

Publicitario, um apaixonado pela arte de contar e conhecer historias. Sou viciado em livros e cinema, procurando sempre enxergar as mensagens mais profundas que se pode aprender com eles. Apaixonado pela vida e pela arte de viver.

Orange e a depressão

Um anime que consegue tratar muito bem da depressão, trazendo ferramentas que podem nos ajudar a lidar com o assunto e com pessoas que passam por este problema.


kakeru.png

Acredito que é possivel aprender através de filmes, seriados, animes e diversas outras plataformas de comunicação. A arte toca e também passa mensagens profundas que tocam a nossa alma. Sendo assim gostaria de falar sobre um anime que me surpreendeu muito pelo tema que é tratado e pela maneira que ele lida com a situação. Em Orange, temos a depressão e o suicídio retratado de maneira clara, sem causar choque e nem gatilhos emocionais para aqueles que lutam com o problema. A história do anime mostra a vida da estudante Naho, que recebe uma carta do futuro dela mesmo, dizendo para ela cuidar de Kakeru, pois no futuro ele não existe, pois acabou se suicidando por se culpar pela morte de sua mãe. Desta forma, Naho se une aos seus amigos para juntos tentarem trazer alegria e sentido para a vida de Kakeru. Durante os episódios nos unimos ao grupo de amigos, torcendo a cada capitulo para que eles consigam salvar o amigo.

O anime trata de arrependimentos, dizendo que temos que tomar atitudes que não nos causem dor e arrependimento la na frente. Por isso, devemos sempre dizer o que estamos sentindo e lutar por aquilo que nós acreditamos. Então no desenrolar dos episódios aprendemos como lidar com pessoas que lutam contra a depressão e as armas necessárias para ajudá-las. A primeira atitude para ajudar pessoas em depressão é simplesmente ama-las, e é isso que Naho e os amigos buscam fazer com Kakeru, onde eles buscam ama-lo como amigo, enquanto Naho sustenta um forte sentimento por ele. Sem dúvidas, o amor é muito forte, e o amor vence as nuvens escuras da vida. É mais fácil lidar com os nossos problemas quando sabemos que somos amados, já que um dos sintomas da depressão acaba sendo o sentimento de culpa e acusação.

orange.jpg

Em momentos difíceis é muito bom termos amigos, e é isso que o anime busca mostrar, que através das amizades, de conversas com quem se preocupa com você a dor pode diminuir. Kakeru acaba tendo oportunidade de desabafar sobre a sua perca e a sua dor, que acaba fazendo muito bem a ele, ao ponto de lágrimas escorrerem de seus olhos. Trazer objetivos e sonhos para quem passa por momentos difíceis acaba sendo essencial na cura. Os amigos de Kakeru buscam levá-lo a participar de competições na escola, a sair pelo bairro e também a fazer cartas de objetivos para o seu futuro. Aos poucos a história mostra que é uma missão de resgate, para que Kakeru possa a ter uma vida de qualidade, e perceber que ele não é culpado pela morte de sua mãe. É incrível ver como todos se empenham em salva-lo, e assim devemos agir quando vermos alguém nessa situação, buscar ajudar e trazer a pessoa de volta a vida.

Orange acaba assim sendo um anime muito bom, que trata com muita coragem do assunto, misturando romance e uma pitada de humor em sua história, não deixando a trama se tornar pesada. Aposto que depois de assistir esse anime o seu olhar sobre as produções japonesas irão mudar, pois você vai passar a ver um assunto com o qual eles lidam diariamente em suas vidas, pois o Japão lida com este problema que também é universal, atingindo também o nosso país. Orange acaba sendo assim uma ferramenta que nos motiva a ajudar aqueles que passam pela depressão, e nos alerta a observarmos as pessoas que estão ao nosso redor, pois nem sempre os sinais da depressão são visíveis, como não eram na vida de Kakeru. Aprenda amar as pessoas com força, envolva ela em atividade com os amigos e de espaço para a pessoa desabafar. Essas são as lições de Orange.


Rafael Oliveira

Publicitario, um apaixonado pela arte de contar e conhecer historias. Sou viciado em livros e cinema, procurando sempre enxergar as mensagens mais profundas que se pode aprender com eles. Apaixonado pela vida e pela arte de viver..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// //Rafael Oliveira