entre inquietações

Sem a tranquilidade da acomodação

Bia Lopes

Autora do blog Conversa de Gente Fina e do Livro Incondicional. Publicitária e escorpiana, não necessariamente nessa ordem. Coleciono paixões, as maiores delas pela escrita, música e cinema. Inquieta por natureza e sonhadora incorrigível. De passagem por este mundo, tentando, aprendendo, vivendo.

Nuestros Amantes - Quando o Amor Decide Jogar

Quando a literatura é uma grande paixão ela pode abrir portas para outra ainda maior.


Nuestros Amantes.jpg

O café de uma simpática livraria espanhola é o cenário ideal para o começo deste filme. Para começar bem 2018 nada mais apropriado do que Nuestros Amantes (2016), um delicioso filme espanhol feito sob medida para quem gosta de romance, leitura e frio na barriga.

A película conta a história de um homem e uma mulher que se encontram em uma cafeteria num momento em que suas vidas estão afundando. Ela se aproxima dele de repente, mesmo sem conhecê-lo, e propõe um jogo, a partir do qual é proibido dizerem seus nomes ou pesquisarem qualquer coisa sobre a vida um do outro. A partir de então… Bom, aí já seria spoiler, né? O que posso dizer é que o filme é lindo, sem as melosidades de um romance, porém, com uma paixão instigante, que nos faz querer saber o que vai acontecer cena a cena.

Mas vale o aviso: o filme está longe de ser como as comédias românticas norte-americanas. O diálogo é muito bem construído, inclusive diálogo é o que não falta. As falas entre um escritor e uma apaixonada por livros só podem render muita literatura, então os personagens estão o tempo todo falando sobre isso, discutindo seus autores favoritos e atrelando isso às suas vidas. Ou seja: se você não gosta de mais ação e menos conversa esse filme não é para você. Mas se você é daquelas pessoas que amam diálogos inteligentes e gostam de fugir do clichê, esse filme é mesmo a sua praia.

Ficou curioso? Ah, é facinho de encontrar, tem na netflix. E acredite, vale muito o tempo investido para ver uma fotografia maravilhosa em cenários pra lá de encantadores, além de despertar um baita desejo de correr para ler todos os livros de Charles Bukowski e Truman Capote. Porém, se você curte Paulo Coelho vá um tantinho preparado para algumas críticas que, embora leves, podem deixar chateados alguns fãs. No mais, o filme entretem, encanta e instiga o público a ler, se apaixonar e sair correndo para a livraria mais próxima. Quem sabe a gente encontra alguém com quem valha a pena começar um jogo?


Bia Lopes

Autora do blog Conversa de Gente Fina e do Livro Incondicional. Publicitária e escorpiana, não necessariamente nessa ordem. Coleciono paixões, as maiores delas pela escrita, música e cinema. Inquieta por natureza e sonhadora incorrigível. De passagem por este mundo, tentando, aprendendo, vivendo..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// //Bia Lopes