entre rabiscos e palavras

"Agasalho-me com as leituras." ( Walter Benjamin).

Clêuma Alves

Escrever é exteriorizar para o mundo as experiências do ser... Ser que experimenta saberes, dizeres e viveres.
Acredito na força das RETICÊNCIAS, elas me conduzem para UM além de mim...

  • MAASCARAS.jpg
    Um olhar para o teatro

    Existe no teatro uma poética que envolve e nos convida a sentir a vida os gestos de corpos que falam, sentem, gesticulam, dramatizam e fazem a arte pulsar.

  • NarradoresDeJave13.jpg
    O escrever memórias em os Narradores de Javé

    A escrita é a etapa seguinte a oralidade, é o registrar narrativas no papel, para que outros olhos possam vivê-las, senti-las e inquietar-se, deixando a imaginação fluir como as águas de um rio, nesse movimento de forças e vibrações.

  • BELA.jpg
    A "IMAGEM" DO SERTÃO EM O QUINZE DE RAQUEL DE QUEIROZ

    "O sertanejo é antes de tudo um forte”( EUCLIDES DA CUNHA EM OS SERTÕES,2000,p.16) .

  • r.jpg
    O Anjo Poeta: Mario Quintana

    "Meu Quintana, os teus cantares
    Não são, Quintana, cantares:
    São, Quintana, quintanares.

    Quinta-essência de cantares...
    Insólitos, singulares...
    Cantares? Não! Quintanares!

    Quer livres, quer regulares,
    Abrem sempre os teus cantares
    Como flor de quintanares.

    São cantigas sem esgares.
    Onde as lágrimas são mares
    De amor, os teus quintanares [...]”
    (Manuel Bandeira).

  • AMADOOOOO.jpg
    Os capitães da Areia de Jorge Amado

    "Neste momento de música eles sentiram-se donos da cidade. E amaram-se uns aos outros, se sentiram irmãos porque eram todos eles sem carinho e sem conforto e agora tinham o carinho e conforto da música."
    (Jorge Amado).

  • maos.jpg
    MÚSICA É SENTIR

    O coração é a melhor nota musical...

  • ISAIAS CAMINHA.jpg
    LIMA BARRETO: O INTELECTUAL PARA ALÉM DO SEU TEMPO

    Lima Barreto crítico incansável, dono de uma escrita inovadora para a literatura brasileira, nitidamente evidenciada em seus romances e contos.
    “Ah! A literatura ou me mata ou me dá o que eu peço dela” ( LIMA BARRETO).

  • LIVRO.jpg
    José Saramago e seu Memorial de um Convento

    José Saramago foi o primeiro escritor de Língua Portuguesa a ser agraciado com o premio Nobel de Literatura, em 1998, sendo também considerado o responsável pelo efetivo reconhecimento internacional da prosa em Língua Portuguesa.
    “ESCREVO PARA DESASSOSSEGAR”( Saramago).

  • barco.jpg
    Uma Ilha chamada Ano Novo

    Segundo o dicionário online, Ilha é uma Extensão de terra cercada de água por todos os lados. Metaforicamente falando, devemos ser Ilhas, cercados de horizontes sem fim.

  • AGENDAAAAA.png
    Em uma página de minha agenda...

    "A gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos." - Érico Veríssimo.

  • estrelas.jpg
    O “mundo” nos escritos de CAROLINA MARIA DE JESUS

    A voz que vem da favela e resiste poeticamente as limitações políticas, sociais, econômicas de uma época e para além dela, mostrando a atemporalidade de versos que se revelam na sutileza dos ditos de uma mulher. Carolina Maria de Jesus, pobre, negra, favelada e mãe. Apesar dessas “limitações”, foi um CORPO cuja força ultrapassou fronteiras e se revelou através de uma escrita subjetiva. O desejo de mudar seu mundo, e o mundo dos seus que ali na favela apenas (sobre)viviam às mazelas sociais, não lhe tirou os sonhos, mas alimentava-os através dos seus escritos.