entre rabiscos e palavras

"Agasalho-me com as leituras." ( Walter Benjamin).

Clêuma Alves

Escrever é exteriorizar para o mundo as experiências do ser... Ser que experimenta saberes, dizeres e viveres.
Acredito na força das RETICÊNCIAS, elas me conduzem para UM além de mim...

Um olhar para o teatro

Existe no teatro uma poética que envolve e nos convida a sentir a vida os gestos de corpos que falam, sentem, gesticulam, dramatizam e fazem a arte pulsar.


Teatro.jpg

ORIGEM DO TEATRO

Na Grécia Antiga do século IV a.C o teatro surgiu nos festejos em homenagem ao deus do vinho, da fertilidade e do Teatro, o deus Dionísio. Cronologicamente desde as sociedades antigas acredita-se no poder do teatro e toda sua poética. Segundo o dicionário Aurélio (online), a palavra TEATRO tem alguns significados, registrando aqui apenas três:

1-Edifício onde se representam peças dramáticas; 2-Conjunto de obras dramáticas de uma nação, de um autor ou de uma peça; 3-Arte de representar.

dionisio.jpg

Segundo conta a mitologia, Zeus disfarçado de homem seduziu a jovem Sêmele quando a esposa de Zeus (Hera) descobriu a traição, se disfarçou e induziu Sêmele para que esta pedisse uma prova da divindade daquele que a seduzira no entanto, quando isso aconteceu Sêmele virou cinzas diante do brilho de Zeus.

teatro-contemporaneo.jpg

"Mas então, o que é escrever? Designo por escritura a atividade concreta que consiste, sobre um espaço próprio, a página, em construir um texto que tem poder sobre a exterioridade da qual foi previamente isolado [...] (CERTEAU, 1998, p. 225)."

A poética presente no teatro contemporâneo, não se limita a um lugar de produção crítica para a arte, mas o lugar a partir do qual a subjetividade ganha corpo e cena, as efetividades se multiplicam sendo conduzidas pela força que pulsa, se movimenta transformando-se em gestos, sons, silêncios e vibrações.

Em suma o teatro é espaço das resistências sociais, do questionar e do romper com as fronteiras intransponíveis entre público e privado, resultando em transformação constante em um espaço não apenas de consumo de riso, mas de trocas de saberes.

MAASCARAS.jpg

Teatro é terreno fértil, frutifica com o mover-se dos corpos,em seus gestos, riso, público silencioso e de olhar fixo.

"Trata-se de mostrar que o corpo ultrapassa o conhecimento que dele temos, e o pensamento não ultrapassa menos a consciência que dele temos [...] por um único e mesmo movimento que chegaremos se for possível, a captar a potência do corpo para além das condições dadas da nossa consciência [...]" ( DELEUZE, 2002, p 23-24).

As cortinas silenciosas, apenas seguem o toque leve da brisa, sendo contempladas pelo olhar ansioso do público. E eis, que os sons, a música,as vozes, os gestos ganham vida.

REFERÊNCIAS

CERTEAU, Michael: A arte de Fazer - Invenção do cotidiano. ALVES, Ephaim Ferreira (tradução).- 3° Edição. Editora Vozes. Petrópolis, 1998.

RYNGAERT,Jean-Pierre: Ler o Teatro Contemporâneo.Andréa Stabel M. da Silva(tradução).- São Paulo: Marthis Fontes, 1998

DELEUZE, Guilles. Espinosa: Filosofia prática. - São Paulo: Escuta 2002.

Referências Web

Disponível em:http://brasilescola.uol.com.br/artes/teatro.htm. Acessado em 18 de dezembro de 2016 às 20h

Disponível em:https://dicionariodoaurelio.com/teatro. Acessado m 18 dezembro de 2016 às 20h30.

Fonte das imagens: GOOGLE


Clêuma Alves

Escrever é exteriorizar para o mundo as experiências do ser... Ser que experimenta saberes, dizeres e viveres. Acredito na força das RETICÊNCIAS, elas me conduzem para UM além de mim....
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/artes e ideias// @obvious //Clêuma Alves