entrelinhas do contexto

Atrás de palavras escondidas nas entre linhas do horizonte desta Highway...

Biah Triles

Namorada da literatura, amante do saber. Aquela aspirante à escritora que vive em busca de palavras escondidas.

Sobre as Relações Sociais Modernas

Há quem diga que na medida que as tecnologias avançam as pessoas se tornam cada vez mais "desumanas" em suas relações. Porém, essa questão certamente vai muito além dessa mera afirmação e tem outros desdobramentos.


RELACIONAMENTOS DESCARTÁVEIS. 22 DE AGOSTO.jpg

Quando se discute sobre nossa época atual muitas questões são levantadas, porém uma das coisas mais relevantes que particularmente gosto de pensar é sobre as relações interpessoais e como elas se dão.

As sociedades mudaram muito até chegar ao que temos hoje, tanto por conta dos avanços tecnológicos como os da própria mentalidade dos indivíduos. Porém, muitos acreditam que em determinados momentos há uma regressão no sentido social.

Lamarck, naturalista francês, formulou uma teoria chamada “Lei do Uso e Desuso”, que foi de grande interesse com relação à adaptação de animais para o ramo da biologia. Contudo, atualmente esse termo teria um justo novo significado para designar os relacionamentos sociais. Seria o novo uso e desuso que consistiria então na “objetificação” do outro e posteriormente o seu descarte, como se fossemos embalagens de papel ou plástico. Daí por diante o outro vira meramente algo para suprir nossos desejos, ânsias e carência e não mais passa a ser visto como de fato “ser humano”.

Não só a coisificação é tamanha nessa era, como também a carência propriamente dita. Os indivíduos carecem principalmente de atenção e por isso se torna cada vez mais comum desabafos e postagens sobre o “sentimento do dia” em redes sociais. E não mais as pessoas vão de imediato procurar alguém específico de sua confiança (amigos, parentes, etc) para contar o que aconteceu ou está acontecendo e sim sacar o celular e escrever algumas palavras melancólicas que vem a mente e compartilhar para 100, 200, várias pessoas perceberem. Existe, portanto, uma clara percepção de que o “eu” precisa ser notado urgentemente e que suas emoções tem que fazer valer, pois só assim poderão ser consoladas.

tumblr_mdcncqc3831qmai7go1_500_large.png

A necessidade de afirmação do próprio ego pode ser um dos fatores que nos leva a “Era dos descartáveis”. Na medida em que as inseguranças surgem tem-se a urgência de manipular o outro a seu bel prazer para que elas (as inseguranças) possam ser temporariamente mascaradas. Hegel inclusive afirma que as relações, sejam elas quais forem, são pautadas numa relação entre senhor e escravo. E mesmo que o filósofo não seja nosso contemporâneo, parecia prever a que ponto as nossas relações atuais chegaram, já que o equilíbrio entre os “poderes” numa relação atual é difícil ser conquistado.

istock_000015292890xsmall.jpg Com tantas tecnologias em alta há quem afirme que vamos nos “desumanizando” a medida que se tem um avanço nesse ramo. O que seria um pensamento um pouco equivocado. A verdade é que não nos tornamos menos humanos à medida que as tecnologias avançam e sim à medida que coisificamos o outro como meramente objeto, quando deixamos a nossa verdadeira essência se esvair para nos adequarmos aos padrões impostos e quando tornamos nossos sentimentos virtuais e padronizados.

De fato Zygmunt Bauman estava certo quando afirmava sobre a liquidez nas relações humanas e os tempos líquidos. Tudo parece então ter um prazo de validade e quando afirmo “tudo” infelizmente os seres humanos modernos e suas interações entram nesse contexto.


Biah Triles

Namorada da literatura, amante do saber. Aquela aspirante à escritora que vive em busca de palavras escondidas. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Biah Triles