epifania

Súbito entendimento ou compreensão de que os livros são parte do Ser

Gisele Bellucci

Cada livro conta uma história e cada história contém a magia certa para encantar as nossas vidas

O que você quer da vida?

Você sabe exatamente o que quer da sua vida? Tem certeza das escolhas que fez até aqui? Ou apenas fica sonhando com um futuro lindo e maravilhoso, olhando através da sua janela? Os resultados só acontecem quando existem tentativas, eu não disse 'sucesso' e nem 'fracassos', mas sim tentativas. Tente sempre e continue tentando, só assim poderá descobrir o que você escolheu para a sua vida.


Qual Seu Número 01.png

Sempre quando assisto as comédias românticas, me sinto um pouco triste e um pouco mais distante de realizar meu sonho de encontrar um grande amor que dure a vida toda. Filmes como "Qual seu número?", de 2011, e "Ele não está tão afim de você", de 2009, fazem com que eu medite sobre meu comportamento e analise as perspectivas que ainda tenho.

O primeiro filme citado, "Qual seu número?", tem um enredo que se baseia na quantidade de homens que uma mulher teve até se casar. Se esse número for muito alto (mais do que 10) dificilmente você se casará, porque a maioria dos homens não gostam de mulheres com muita experiência, ou seja, essas não são para casar. Como já me casei e já me descasei, meu problema não seria bem o "número" de homens com quem já dormi, e nem se ainda vou me casar.

Mas, o que passa pela minha cabeça é: será que existe mesmo um grande amor à espera de nós em uma esquina qualquer? Ou será que não existe nada disso e devemos a felicidade do nosso destino à sorte? Para mim, o amor verdadeiro é aquele casamento de 20, 30 anos, que não é perfeito, não é sempre um mar de rosas, mas o casal continua unido, eles continuam juntos e se respeitando e se amando. Mesmo que a chama da paixão já não seja como no começo do relacionamento, eles cultivam a convivência, que não é nada fácil se você juntar todos os problemas e, geralmente, o financeiro é o pior deles. Essa convivência mesmo difícil, muitas vezes, faz com que eles continuem ali, firmes e fortes, esperando a próxima onda para pularem juntos. Esse tipo de casal nunca deixa um ir na frente, vão juntos, não importa qual direção escolherem.

ele nao esta.jpg

Esse tipo de casal, geralmente, criam filhos maravilhosos e dão conselhos maravilhosos a esses filhos. São crianças criadas no amor, no respeito e no amor próprio. Eles têm excelentes exemplos dentro de casa todos os dias. E esses conselhos são muito preciosos.

Agora, sobre o segundo filme de que falei, "Ele não está tão afim de você": mexe comigo (e acredito que com a maioria das mulheres), pois fala sobre como devemos nos comportar, desde pequenas, na frente de um menino e, mais tarde, de um homem. Como devemos agir? Como devemos falar? Temos que tomar mesmo a iniciativa? E se eu tomar a iniciativa, o que ele pensará de mim? Quando você sai com um cara, ele não te liga no dia seguinte, surge a dúvida de ligar, ou não, para ele. Se você liga, está correndo atrás, se você não liga, ele pode entender que você não está nem aí e vai, com certeza, seguir em frente sem nem mesmo olhar para trás. E se você gostou mesmo daquela pessoa e acredita que podem ter um futuro juntas?

ele nao esta 2.jpg

São muitas perguntas sem respostas. Porque cada pessoa é de um jeito e não existem regras, existem convenções pré-estabelecidas, do modo como devemos agir em cada situação, mesmo que essa situação seja única para você e para mim, porque estamos lidando com pessoas e não com algo exato.

E, hoje em dia, o pé na bunda ficou mais "sofisticado". Você pode tomar um desses de muitas maneiras diferentes: pode ser um whatsapp não respondido, uma solicitação de amizade negada, um bloqueio de perfil, o não 'match' no tinder, a ligação que não vem, um sms não respondido, um skype visualizado e o mais antigo de todos, o torturante silêncio. São muitas as maneiras, hoje em dia, de se acabar com a auto-estima da outra pessoa. E continuará assim com aqueles que tem medo de encarar seja o que for para ser encarado. Temos de parar de pensar no "e se": "e se ele não ligar?", "e se ele não quiser se encontrar comigo?", "e se ele der alguma desculpa daquelas que estou acostumada a ouvir?". Acredito que o primeiro passo seja não comparar nada do que você tenha hoje em sua vida, com aquilo que teve no passado. O que passou, está no passado, não olhe mais para lá.

ele_nao_esta_tao_a_fim_de_voce.jpg

O que é tomar um fora? É a pessoa te dizer que simplesmente não quer ficar com você. O que tem demais nisso? Alegre-se pela sinceridade do outro, a maioria não é assim. Se você tivesse alguém apaixonado por você mas você não estivesse nem ai, não seria mais lógico e justo ser sincera com a outra pessoa? Claro que seria, embora, nós mulheres, sempre pensamos que isso está acontecendo com a gente, nunca com eles. Mas pense como seria estar no lugar dessa outra pessoa, na pessoa que diz "não", não é tão fácil assim, precisa de muita coragem para isso. Mas o que eu considero o mais importante de tudo, nos dois filmes citados, é a vontade de encontrar um grande amor, como a protagonista Gigi. Um amor que te aceite como você realmente é, e não compre somente a imagem que você passa. O importante é continuar procurando uma coisa, porque você acredita que ela exista, e não simplesmente fechar seu coração porque ainda não encontrou e se tornar uma pessoa triste e amarga. Continue sua busca, acredite em você e que você está aqui para encontrar o melhor, para encontrar o que te faz feliz e uma grande companhia para esse caminho todo que ainda deve ser percorrido.


Gisele Bellucci

Cada livro conta uma história e cada história contém a magia certa para encantar as nossas vidas.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @obvious //Gisele Bellucci