epifania

Súbito entendimento ou compreensão de que os livros são parte do Ser

Gisele Bellucci

Cada livro conta uma história e cada história contém a magia certa para encantar as nossas vidas

A Maldição do Tigre

Um livro maravilhoso de se pegar e delicioso de se ler. Uma história de amor e coragem contada de forma criativa e original.


amaldicaodotigre.png

Na dúvida entre ler ou não ler, minha resposta será sempre: sim! leia. Mesmo que seja para expor a sua opinião contrário a um sucesso. O best-seller A Maldição do Tigre, escrito pela norte-americana Colleen Houck me fez entender como podemos amar e ao mesmo tempo odiar certos personagens. Como cada letrinha escrita sobre eles podem mudar meu humor ou minhas opiniões. Esse livro estava na estante de livros da minha filha, dei uma olhada na capa (e achei bárbara!) e já me interessei quando li a orelha do livro. E finalmente posso dizer: sim, valeu! Uma história fantástica que me cativou desde as primeiras páginas porque meu interesse estava nas lendas indianas da Deusa Durga e Hanuman. A descrição perfeita dos lugares pelos quais eu achava que a autora tinha passado, tirado fotos, sentido, e quando terminei a leitura e fui pesquisar, fiquei sabendo que ela não tirou os pés de Oregon para escrever essa saga. Que conta a história de uma maldição lançada sobre um príncipe indiano (e seu irmão) onde os dois se tornam tigres, podendo ficar na forma humana por apenas 24 minutos por dia.

Tem também romance, um amor juvenil, mas daqueles tão fortes que me fizeram lembrar dos meus 18 anos de idade, quando ainda não se machucou tanto com a vida e acreditar é uma tarefa fácil. Com certeza é um dos livros mais bem escritos que já li e que me deu a vontade de tê-lo escrito. Ritmo bem marcado com minutos de sufoco e falta de ar, mas tudo muito bem ligado, sem pontas soltas. Pesquisando mais na internet percebi que há uma legião de fãs do trabalho da autora que com certeza ganhou minha admiração pelo simples fato de ter conseguido imaginar tudo aquilo. Colleen Houck lançou seu primeiro trabalho como e-book na Amazon e foi ai que surgiu o interesse da editora em publicar seu livro. Que por sinal tem uma capa maravilhosa em revelo. A autora tem um estilo cativante de escrever e nos delicia com cenas românticas e discretas, sem ter que apelar, em nenhuma página se quer para o sexo.

tigre2.png

Então como ela fez para cativar um público juvenil? Simplesmente escrevendo uma história na sua cabeça sem a intenção de atingir esse público. As pessoas vão se encontrando na personagem da mocinha do livro, Kelsey, ela torna-se o nosso termostato, se está tudo bem com ela, estamos bem.

Kelsey por sinal é uma menina bastante madura para a sua idade, talvez por já ter sofrido bastante com a morte de seus pais. Quando digo madura, não se trata apenas de seus atos ou ações, mas de seus sentimentos. Ela sabe que um amor não correspondido pode doer e muito, pode te deixar miserável por muito tempo, sentindo-se a última pessoa no Universo.

tigre3.jpg

Claro que eu digo que gostei muito da Maldição do Tigre porque geralmente já gosto bastante da literatura fantástica, também sei que nem todos tem a mesma opinião sobre isso, mas o que eu quero dizer é que mesmo que você não seja muito fã desse tipo de livro, vale a pena ler e prestar atenção nos detalhes de cada cena descrita. Roupas, ambientes, sensações, e tamém da própria Índia. O importante é que Colleen Houck me fez acreditar nos personagens e na história, e me mostrou com emoção que a história poderia sim ter acontecido. E eu adoro autores assim, que fazem nos apaixonar pela história e a contam de uma maneira interessante e particular. Uma coisa que notei é que a personagem da Kelsey, sempre que passa a mão no lindíssimo tigre branco, fala que lava suas mãos logo depois. No começo achei um tanto estranho, mas depois percebi que a Kelsey é assim mesmo e ninguém vai mudá-la. As pequenas coisas que ela fala ou como ela age são o conjunto da obra da personagem, que em momento algum age de maneira não convincente, ela sempre tem seus motivos. E apenas o amadurecimento pode nos fazer enxergar que agimos e sentimos de acordo com a nossa fase na vida. Nenhum adulto age como adolescente mas tem o dever de entender que já agiu como um e que faz parte da idade de cada um de nós.

Colleen-Houck.jpg


Gisele Bellucci

Cada livro conta uma história e cada história contém a magia certa para encantar as nossas vidas.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/literatura// @obvious, @obvioushp //Gisele Bellucci