epílogo

sobre mídia, sobre comportamento, sobre vida

Thais Moraes

Apaixonada, minimalista e analítica. Comunicóloga, Coach e Marketing Planner, tem a reflexão crítica como motivador cotidiano.

#Todasdeminissaia

“Todas de minissaia” é uma iniciativa contra a campanha “seja homem e governe suas mulheres”, criada por conservadores argelianos que incentiva os homens a controlarem as vestimentas das mulheres de sua família.


11137189_10206625070849911_186378687366420665_n.jpg

Tudo começou quando uma estudante de direito de uma universidade em Argel, capital da Argélia, foi proibia por um segurança de fazer uma prova, com o argumento de que a estudante estava vestida inapropriadamente. Ela usava uma minissaia. Considerando que há políticas institucionais que podem, através de normas, controlar as vestes dos funcionários, clientes e etc, essa situação poderia ter passado como normal.

Mas, pouco tempo depois, uma classe conservadora do país deu início a campanha chamada “seja homem e governe suas mulheres”, incentivando os homens a controlarem as roupas que suas filhas, mulheres e até mães usam. Essas pessoas postaram fotos em suas redes sociais, segurando cartazes em prol a campanha e mostrando mulheres “devidamente vestidas”. Essas pessoas argumentam que o modo das mulheres se vestirem “chamam” violência e assédio. Em outras palavras, aquele velho jargão que culpa a vítima, e não o homem que a violenta.

Um blogueiro – que eu infelizmente não consegui descobrir seu endereço, nem seu nome – da Argélia decidiu confrontar essa campanha absurda com a “Todas de minissaia”. A iniciativa é que as mulheres, de todo o mundo, postem em suas redes sociais sielfs usando minissaias.

Incrível como a campanha dificilmente é encontrada nas pesquisas em buscadores como o Google e o Bing. Hoje mesmo consegui encontrar, apenas, o evento no facebook.

A fanpage da campanha foi removida do facebook no mês passado, o que fez a data do protesto mudar do dia 30 de maio para o dia 06 de junho.

A culpa é da vítima?

Relembrando um vídeo que mostra uma mulher sendo abordada por homens em ruas de Nova York, que se espalhou pela Internet, trazendo de volta o debate sobre o assédio sofrido por mulheres e grupos minoritários.


Thais Moraes

Apaixonada, minimalista e analítica. Comunicóloga, Coach e Marketing Planner, tem a reflexão crítica como motivador cotidiano..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Thais Moraes