Episódica

Cinema, literatura e o amor da palavra.

Grégor Marcondes

Formado em Direito, advogado, gosta de literatura, cinema e cultura em geral.

  • R0001073.jpg
    Os verdadeiros monstros de O Labirinto do Fauno

    Vemos que o mundo paralelo que Ofélia paulatinamente mergulha é repleto por estranhas e surreais criaturas que incluem desde um sapo gigante a um ser espantoso que possui longas garras negras e olhos nas palmas das mãos. Entretanto, dentre todas as criaturas bizarras do filme nenhuma se compara ao padrasto de Ofélia. Sim, o mundo real que a garota vive se mostra muito mais sem sentido que o imaginário e o homem que deveria ser seu guia nesse mundo real é na verdade mais um monstro capaz de fazê-la se perder facilmente num labirinto de sangue e crueldade.

  • timthumb.jpg
    Psi: minha vida como nunca vi

    "Todos nós carregamos na bagagem da existência uma vasta carga de singularidade, mas também de banalidade e identificar isso no outro é o grande mérito do personagem principal".

  • seven_years_in_tibet_ver1.jpg
    Sete anos no Tibet e a busca pela felicidade

    É a partir desse momento que a vida de Heinrich e sua maneira de enxergar o mundo começam a mudar. No começo de sua missão, Harrer é um homem arrogante, confiante de si e extremamente egoísta. Alguém que não sente remorso e não sabe pedir desculpas. Entretanto, o mundo acaba ensinando-o que a vida era muito maior que ele podia imaginar.

  • images (2).jpg
    A fonte da vida e o nosso medo do fim.

    Percebemos nela que toda vida passa a ser plena e completa quando nos libertamos do medo da morte, pois, ao negar que tudo tem um caminho lógico de começo meio e fim e que, queiramos ou não, um dia "tudo que é sólido tende a se desmanchar no ar", apenas perpetuamos nosso sofrimento.

Site Meter