Tainara Gomes

Sou o que costumo classificar como: pararelo entre a fantasia e a realidade.

A palavra do milênio é a ''valorização''

Já estou cansada desse papo de reprogramação, não quero me encaixar nesse modelo de quebra-cabeça criada pela egrégora do sucesso, eu não li o Monge eu Executivo. Sou o Arcano 0, corro de inadvertidamente pelos abismos da vida, vago sem entender o conceito da ''valorização’’.


o louco.jpg

''Valorize-se!’’. Essa é uma das palavras mais disformes presentes na ponta da língua, em cada ponta equilibra-se de uma maneira. Segundo o dicionário, a palavra ''valorizar'' é sinônimo de elogiar, vangloriar, enaltecer e reconhecer. Mas dentro das relações humanas, ganha um sentido ímpar, eu não sei o que é.

Citam continuamente em livros de autoajuda, programas de coaching e frases motivacionais. Acredito piamente, a ‘’valorização’’ é a palavra do milênio. Fulano disse: ‘’valorizar-se é aceitar apenas o que está a sua altura’’. Sicrano falou: ‘’valorizar-se é ficar do lado de quem te faz bem’’. Enquanto a primeira frase exala prepotência, a última cheira a conformismo e passividade. A ‘’valorização’’ é receita de bolo, você utiliza dois ovos de prepotência, pitadas de orgulho em forma de fermento, colheres de açúcar em doses de desespero, e para completar margarina e farinha de trigo para fazer a massa perfeita, parabéns, você é o novo projeto de ser humano bem-sucedido.

Criaram literalmente o manual de como viver. A forma como é feita a comunicação, como nos portamos, nos relacionamentos socialmente e afetivamente, é tudo programado. Estamos evoluindo da condição humana para á robótica, chegamos na era das máquinas, o homem de lata não precisa de coração, Doroty não voltará ao Kansas. Vivemos ou vegetamos? Viver para sustentar um sistema, corrigir erros reencarnatórios ou simplesmente viver?

Já estou cansada desse papo de reprogramação, não quero me encaixar nesse modelo de quebra-cabeça criada pela egrégora do sucesso, eu não li o Monge eu Executivo. Sou o Arcano 0, corro de inadvertidamente pelos abismos da vida, vago sem entender o conceito da ''valorização’’.


Tainara Gomes

Sou o que costumo classificar como: pararelo entre a fantasia e a realidade..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// //Tainara Gomes