Daiane Schirmer

Amante de todas as artes e uma eterna curiosa.

45 animações que você não pode deixar de ver - parte 2

Essa continuação do 1º artigo "45 Animações que você não pode deixar de ver" vem com uma seleção bem eclética de animações para agradar todos os gostos e também trazer à luz alguns longas ainda pouco conhecidos.


Thumbnail image for Elenco O Estranho Mundo de Jack.jpg

Continuando com mais animações para você assistir e conhecer mais sobre o gênero,vamos à parte 2 da listinha:

16)Frankweenie

Esse longa é todo produzido na técnica stop motion e em preto-e-branco, o que ajuda a criar uma atmosfera sombria bem comum em outros filmes do diretor Tim Burton. A história é sobre Victor Frankenstein, um menino que não consegue aceitar a morte de seu cachorro, e que em razão disso, tentará ressuscitá-lo com as ideias que teve em suas aulas de ciência. Interessante notar que a animação é na verdade um remake de um outro filme produzido pelo diretor em 1984, mas que na época foi filmado como um curta.

17) Um gato em Paris

Essa animação foi indicada em 2012 ao Oscar como Melhor Animação e também ao Prêmio César em 2011 na mesma categoria. A história é sobre uma família que acabou de passar por uma perda recente. Mãe e filha, precisam lidar com a perda do pai da família, que foi morto por um chefe da máfia. A menina possui um gato, que na verdade possui uma vida dupla, de dia ele fica com a dona e a noite foge de casa para se juntar a um ladrão em seus engenhosos furtos.

18) Persépolis

Essa incrível obra é baseada num romance autobiográfico de uma iraniana de homônio Marjane Satrapi. Nascida no Irã, onde alguns membros de sua família foram perseguidos por 2 regimes políticos, sendo um deles ditatorial, Marjane cresceu em meio a conflitos políticos e guerras. Sua vida segue em uma constante luta para exercer a sua independência, apesar de toda repressão dos governos do Irã. É uma linda história que vale muito a pena a ver, tanto pela personagem ser cativante e ter uma personalidade forte, quanto para entender como é viver em um país em uma realidade tão diferente, com tão pouca liberdade para as mulheres e abertura para a cultura ocidental.

19) Ghost in the Shell: O fantasma do futuro

Essa animação japonesa é baseada em um anime e mangá do mesmo nome. Se passa em um futuro em que a tecnologia avançou a um nível onde é possível para o ser humano ter partes cibernéticas e também transferir seu cérebro, juntamente com a sua memória, para um outro corpo. E todos podem estar conectados ao nível mental através da internet wireless e essas conexões são feitas através da maquinaria de seus corpos. Dentro dessa realidade alternativa, existe uma entidade do governo japonês, chamado setor Shelll que trabalha com crimes cibernéticos. Os membros dessa polícia obscura terão que enfrentar um hacker cujo codinome é “Mestre das Marionetes” e que tem invadido os circuitos internos das pessoas, de forma a controla-las para que hajam de acordo com seus propósitos.

20) Uma história de Amor e Fúria

Uma animação brasileira fantástica, ganhadora do prêmio francês Annecy de melhor filme em 2012 e dublado por Camila Pitanga e Selton Mello. O roteiro muito bem trabalhado se centra na história de 2 personagens principais indígenas da tribo tupinambá no período do “descobrimento”. A partir daí o filme vai passar por grandes fatos históricos brasileiros, mostrando sempre o lado dos vencidos e não dos vencedores. O destaque da produção é também a técnica tradicional de fazer animação através de lápis sobre papel e as influências do diretor, que se baseou em desenhos japoneses e sul-coreanos para criar seu traço.

21) A pequena loja de suicídios

Uma animação francesa que eu não recomendaria de forma alguma para crianças ou adolescentes, já que o conteúdo pode causar a impressão de que o roteiro faz apologia ao suicídio, apesar de não ser o caso. A história se passa em uma cidade grande, movimentada e urbanizada, mas que, no entanto, seus habitantes vivem muito infelizes e deprimidos, o que encoraja a prática do suicídio entre alguns. Em meio a essa cidade, existe uma pequena loja, passada de geração a geração, que pertence a uma família formada pelos pais e 3 crianças. Nessa loja, são vendidos produtos um tanto quanto peculiares, que são objetos que permitem às pessoas se matarem e com uma variedade inimaginável de formas.

22) Meu Amigo Totoro

Essa animação antiga (de 1988) conta a história de 2 crianças que se mudam com o pai para uma casa antiga no campo. A mudança se dá, devido ao fato da mãe das crianças estar doente e se encontrar em repouso em um hospital perto do novo lar. A casa que parece ser muito antiga e estar a muito tempo fechada, parece conter estranhas figuras que a assombram. No entanto, longe de fazer mal aos moradores, as meninas irão descobrir que alguns deles na verdade habitam as matas ao redor, e que podem ser muito bondosos.

23) O Estranho Mundo de Jack

Essa história que tem como produtor e co-autor, o famoso Tim Burton, conta a história de Jack Skeleton, um habitante da cidade de Halloween. Jack um belo dia, ao passar por uma parte da cidade onde há vários portais encravados nas árvores, encontra um que lhe chama a atenção e ele acaba adentrando nesse misterioso mundo. Ao atravessar, o personagem vai acabar parando na cidade do Natal, onde vai se sentir atraído por toda a novidade que se apresenta nesse mundo tão diferente do seu. Nesse primeiro momento de vislumbre, Jack resolve trazer o espírito natalino para a festividade anual de Halloween, e para isso acaba sequestrando a figura principal do Natal, o papai Noel. Mas, algumas coisas não dão tão certo como ele poderia esperar e vai ter que contar com a ajuda de Sally, um ser criado pelas mãos de um cientista maluco.

24) Túmulo de vagalumes

Essa belíssima animação do estúdio Ghibli traz uma história que se passa durante a 2ª Guerra Mundial, de duas crianças no meio do caos da guerra no Japão e a sua difícil tarefa de sobreviver em meio a tantas dificuldades. Essa animação me surpreendeu pelo tom mais melancólico e triste, pouco comum nas histórias do estúdio, e por se passar num espaço real e não criado pela mente do autor (como "A viagem de Chiriro" e "Nausica"), já que a maioria dos roteiros do estúdio são recheados de elementos de fantasia ou se passam em universos imaginários. No entanto, como a maioria dos filmes produzidos pelo estúdio, esse não é dirigido por Hayao Miyazaki e sim por Isao Takahaka, um dos co-fundadores do estúdio Ghibli, o que explica o tom mais sério e sóbrio do anime.

25) A princesa Mononoke

Mais uma animação produzida pelo estúdio Ghibli e dirigido por Hayao Miyazaki em 1997, é uma história que bate bastante na tecla dos problemas ambientais e da destruição dos ecossistemas da terra. De um lado temos uma princesa que foi tirada dos homens por deuses lobos e que desde então vive entre eles e luta por eles ,e de outro uma líder com ímpeto industrial que fará de tudo para continuar o desenvolvimento de sua aldeia de mineradores. Esses dois mundos tão dicotômicos e com objetivos diferentes, acabam colidindo em dado momento, sendo que o propulsor de todas as mudanças será a morte do deus-javali que possuído por terrível demônio acaba sendo morto por um rapaz chamado Ashitaka. A história é belíssima e a profusão de seres do universo da fantasia criados por Miyazaki dão o colorido do filme.

26) Nausica do Vale do Vento

Outra animação do famoso estúdio japonês Ghibli com temática ambientalista. Em um cenário pós-apocalítptico, a humanidade que foi dizimada e que desequilibrou todo o ecossistema da Terra (aparentemente em razões de guerras nucleares e/ou uso de armas químicas), tem que sobreviver às ruínas e em meio ao contato com florestas e insetos gigantes. A sociedade humana parece ter ficado dividida em grupos isolados e desconfiados, que não colaboram entre si. E em um desses grupos situados no Vale do Vento vive Nausica , uma menina que demonstra habilidades incomuns para dirigir o seu veículo voador, do qual usa para incursões de pesquisa na Floresta Tóxica, um local onde o ar é irrespirável e uma fauna e flora especial vive. A história se concentrará nela, a partir do momento, que uma nação mais bélica e industrial, tenta tomar a sua cidade.

27) A origem dos guardiões

Essa animação dirigida por Peter Ramsey, é uma história sobre os velhos contos infantis e suas figuras emblemáticas , como o Papai Noel, o Coelhinho da Páscoa, a Fada dos Dentes, o Sandman e o Jack Frost. Todos esses personagens surgem no filme como guardiões designados pela Lua ou o Homem da Lua, para guardar as crianças do mundo inteiro. No entanto, um ser antigo, que já havia sido, aparentemente, banido do mundo há eras atrás, volta para colocar em risco a esperança e alegria das crianças, trazendo novamente as trevas para o mundo. O Breu é o vilão da história e em inglês o seu nome é boogie man, que teria o significado de Bicho-Papão, aquele ser das lendas que vive escondido de baixo da cama e dentro dos armários. Muitos desses personagens, como o Sandman, a Fada dos Dentes e o Jack Frost são pouco conhecidos aqui no Brasil, já que são lendas de outras regiões do mundo. Para quem ainda não conhece,existe um personagem do Neil Gailman, também chamado Sandman que é o senhor dos sonhos, mas é bem diferente da figura fofinha e meiga do desenho que cria desenhos com areia.Já o Jack Frost, acredita-se que seja uma figura relacionado ao gelo e ao frio retirada da mitologia escandinava. Quanto a Fada do Dente, é um ser mítico que viria buscar os dentes de leite das crianças e em troca deixaria um presente ou uma moeda.

28) Vidas ao vento

Seguindo um pouco a linha do Túmulo de Vagalumes, essa história dirigida por Miyazaki também possui um tom mais melancólico e adulto, diferente das outras animações do estúdio Ghibli. O roteiro conta sobre a vida de Jiro Horikoshi, um engenheiro aeronáutico japonês, e mistura a biografia com a fantasia, bem característico do estúdio.

29) Divertida Mente

Essa animação da Pixar ficou bem conhecida, principalmente, por tratar pela primeira vez de um tema sério, como a depressão em um formato considerado para crianças. Boa parte da história se passa dentro da mente de uma menina de 11 anos,a Riley, que vai se mudar para outra cidade junto com os seus pais, o que acaba desencadeando uma diversidade de emoções das quais ela ainda está aprendendo a lidar. Os principais personagens desse desenho, são as emoções na cabeça de Riley, como a tristeza, a alegria, a raiva, o medo e o nojo, que dependendo do momento, vão controlar as demais emoções da menina.

30) Valente

Seguindo a nova geração de animações, Valente, produzido pela Pixar, conta a história da princesa Merida,a heroína dessa história, que é na verdade uma adolescente independente, impetuosa e com grandes habilidade no arco. Uma personagem em nada parecida com as antigas princesas dos desenhos da Disney. No entanto, como é tradição de sua família Merida deve escolher um marido dentre as famílias das tribos escocesas da região para realização de uma aliança política.

Em breve a 3ª e última parte do artigo "45 animações que você não pode deixar de ver"!Elenco O Estranho Mundo de Jack.jpg


Daiane Schirmer

Amante de todas as artes e uma eterna curiosa..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// //Daiane Schirmer