espaço das letras

Universo aberto

Clarice Leão

Brasileira, mineira e artista (bailarina contemporânea, musicista e atriz). Alimenta a fotografia e a escrita como hobbies. Cinéfila, leitora, viajante e viciada em café. Metamorfose ambulante e sobrevivente do cotidiano.

O problema não é o que vira notícia, mas o que deixa de ser.

"A pobreza e a desigualdade social são problemas evidentes da nossa sociedade. Ainda assim, poucas vezes são pauta de notícias, poucas vezes surgem nas conversas cotidianas. Concorrendo com o grande destaque de notícias sobre o mundo das celebridades, quando a pobreza sim vira pauta, a forma como é comunicada afasta as pessoas da realidade emergencial que se repete cada dia na vida desses brasileiros." - Carolina Mattar, Diretora executiva da ONG Teto - Brasil.


Você realmente se importa com o que está sendo noticiado nesse exato momento?

A pergunta feita acima pode te direcionar para o motivo das palavras escritas aqui. De uns tempos para cá, a mídia brasileira e estrangeira não mais se voltam intensamente para política, sociedade, cultura ou educação. As divulgações e críticas sobre peças teatrais ou programas educacionais já foram esquecidas, as realidades estão escondidas debaixo do tapete e sendo cada vez mais camufladas. Aos poucos, cavalgamos para o "artista x que beija artista y em camarote de festa", ou para a "blogueira que aparece na varanda do apê", e até mesmo para "veja o novo carro de luxo de tal cantora".

campanha teto 5.jpg

Sites de notícia corrompidos com poucos colunistas que quando se propõem a falar da realidade mundial ou brasileira, são altamente censurados por revisores e recebem o triste comentário de que o artigo não pode ser divulgado. Ou redes de televisão que, ao longo do tempo, separam as notícias e mostram somente o que lhes convém. Atores que pagam para serem motivos de falácia, escândalos sendo causados propositalmente para serem estourados na mídia, partidos políticos financiando veículos jornalísticos para falarem de sua bandeira ou da bandeira rival.

teto teto.jpg

As notícias de hoje, 30 de junho de 2015, tiradas de um site de notícias altamente conhecido em todo o mundo (quem deu uma rápida entrada no e-mail hoje, vai entender): "Neymar e Carol Portaluppi juntos?" / "Uau! Foto sexy de Demi Lovato ganha meio milhão de likes."

Deixo aqui uma breve e profunda reflexão acompanhada da campanha bem criativa que a ONG TETO - Brasil fez em março desse ano, em parceria com a agência Leo Burnett. A campanha contou com a participação do fotógrafo Gustavo Lacerda, que registrou moradores, que vivem em condições de pobreza na comunidade Malvinas (Guarulhos/SP), segurando cartazes contendo manchetes de notícias a respeito do cotidiano de famosos que costumam ser publicadas pela imprensa.

Segundo o site da ONG, "a ação busca refletir que, ao mesmo tempo em que milhares de notícias sobre o mundo das celebridades são divulgadas, diariamente, nos meios de comunicação de todo o Brasil, a realidade diária das famílias que vivem em extrema pobreza fica esquecida e, dificilmente, ganha destaque nos noticiários." Além disso, a campanha "O Problema não é o que vira notícia, mas o que deixa de ser" foi uma forma de chamar a atenção do país para um evento chamado "Coleta" que conta atualmente com a presença de mais de 5.000 jovens voluntários e que esse ano ocorreu nas ruas das cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), ABC Paulista, Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) e Salvador (BA), tendo o objetivo de denunciar a realidade em que vivem 16 milhões de brasileiros e arrecadar recursos para dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos pela Teto - Brasil nas comunidades.

teto2.jpg

“A pobreza e a desigualdade social são problemas evidentes da nossa sociedade. Ainda assim, poucas vezes são pauta de notícias, poucas vezes surgem nas conversas cotidianas. Concorrendo com o grande destaque de notícias sobre o mundo das celebridades, quando a pobreza sim vira pauta, a forma como é comunicada afasta as pessoas da realidade emergencial que se repete cada dia na vida desses brasileiros. [...] Queremos fazer com que a pobreza se torne pauta da nossa própria realidade e que toda a sociedade se sinta parte da solução. É impossível ficar indiferente.” - Carolina Mattar, Diretora Executiva da ONG.

teto teto teto.jpeg


Clarice Leão

Brasileira, mineira e artista (bailarina contemporânea, musicista e atriz). Alimenta a fotografia e a escrita como hobbies. Cinéfila, leitora, viajante e viciada em café. Metamorfose ambulante e sobrevivente do cotidiano. .
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/sociedade// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Clarice Leão
Site Meter