estética doméstica

O prazer da arte consiste no livre jogo da razão associada à intuição

Alysson Camargo

escrevendo sobre os devaneios nas artes.

Lixo Extraordinário - venda sua dignidade, ganhe seu respeito - Vik Muniz

A dignidade como uma moeda de troca, mercado de arte e suas estratégicas com as populações periféricas


ti.jpg

Lixo Extraordinário é um documentário com direção de Lucy Walker de João Jardim, o artista Vik Muniz apresenta um projeto desenvolvido em um dos maiores aterros sanitários do mundo, Jardim Gramacho - RJ, nele podemos refletir sobre algumas questões ligadas à arte, à estética, à política, à ética e ao mercado de arte.

Vik Muniz é o artista que assina os quadros, e a partir de um contexto de grande vulnerabilidade econômica, social e financeira, previamente identificado, o artista cria um projeto para resgatar a dignidade e legitimidade da cidadania de pessoas que vivem em condições desumanas.

Após o início do trabalho, sua equipe identifica histórias cotidianas, e ele cria narrativa entre elas com a reciclagem, essa instrumento de condução dos direitos negados e da luta diante da necessidade de geração de renda para sobrevivência.

Thumbnail image for Thumbnail image for FotografiaCatadores_LixoExtraordinario_26-01-2011.jpg

Algumas perguntas são fundamentais para aprofundarmos em seu trabalho, como: Será que a arte tem como um de seus papéis, trabalhar o contexto social das pessoas com um artista, que utiliza do mercado de arte para vender suas histórias, para depois oferecer como troca a dignidade das pessoas marginalizadas?

Qual a legitimidade de Vik Muniz em escolher recortes, lugares e pessoas para processar estas como matérias-primas de sua linha de produção criativa e artística, e vender seus quadros nas maiores galerias de arte do mundo?

Como essas pessoas com histórias de isolamento social,desigualdade sociais são conduzidas para um mercado de arte, que trata a negação de seus direitos como produtos selados e carimbados como obras de arte?

A partir desses questionamentos podemos refletir qual o nosso lugar de fala, e qual é o lugar do outro, e como o mercado utiliza dos mecanismos dele próprio para absorver e comercializar retratos sociais de populações periféricas.


Alysson Camargo

escrevendo sobre os devaneios nas artes. .
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Alysson Camargo
Site Meter