exotopias digitais

Um mosaico de ideias em movimento no espaço digital.

Maira Penteado

Aspirante de jornalista. Amante da Cultura Italiana. Adoro porto Alegre. Ariana com Ascendente em Áries "vivo de amor profundo.".

Azul: cinema, design e sociedade

Utilizar essa cor no Design de produtos digitais é sem dúvidas um dos diferenciais de bons profissionais contemporâneos, principalmente os de Marketing Digital e Produtores das Artes como o Cinema. O poder ou influência subliminar que a cor azul exerce na nossa vida é muito forte, está relacionada à sensações de saúde, liberdade, tranquilidade, felicidade e passa sensação de algo bom e especial.


azul.jpg Foto: openphoto.net

Começo este texto sugerindo a você um breve questionamento. E se seu mundo passasse a não ter a cor azul? Ou se subitamente Deus o todo poderoso nos roubasse a cor azul. Você acordasse de manhã, o facebook, o linkedin, o twitter ou tantos outros aplicativos que utilizamos diariamente fossem modificados para outras cores como cinza, ou rosa, ou sei lá vermelho talvez? Olhasse para o céu e fosse sempre noite ou um amarelo que se misturasse com a cor dos raios de sol? Com o crescimento de todas essas mídias culturais é visível cada vez mais a tendência na escolha da tão especial cor azul no design estético dos produtos culturais, midiáticos e na dimensão da linguagem visual estética.

A seguir, um vídeo sugestivo sobre cores e criatividade que traz a música Píntame de azul da banda mexicana Elefante. Esta é uma das minhas canções preferidas que toca a alma de forma sublime e sempre me inspira momentos de criação.

Belo domingo aquele em que a Igreja estava toda florida, eu vestia um vestido cor-de-rosa um vestido lindo de cetim, meus parentes mais próximos estavam por ali e dona Eva (minha avó materna), estava muito orgulhosa de mim. Mal sabíamos que seria o último evento em que ela participaria em família de uma data significativa para mim. Era a cerimônia religiosa da minha crisma aos 13 anos de idade. Minha avó sempre foi muito católica, nunca a vi vestir preto pelo que me lembro, tive o prazer de conviver com ela até meus 14 anos. Quando descobriu que iria morrer em breve, seu pedido era simples. Maria Eva queria ser sepultada vestida de azul.

Porque a cor azul? Até hoje eu como neta não sei ao certo, mas me arrisco a palpitar. Há muito significado na cor azul desde a imensidão dos céus lugar em que as almas sonham ser levadas e elevadas após a morte à mera sensação de bem estar em vida. Convido você a se perguntar: Como seria o meu mundo sem o azul? Ao contrário do que cantava Piaf com A vida em rosa, proponho um debate sobre qual seria a poética do final da vida em azul se para muitos a morte é renascimento e por isso não combina com preto...

No cinema o filme O pássaro azul, estrelado pela atriz Shirley Temple, foi lançado sem sucesso no ano de 1940. Veja:

Minha ilusão é reencontrar com minha avó vestida de azul em outro plano quando eu partir desta existência e me tornar apenas um ponto de luz, espero que seja azul. Um ponto ilusório de luz azul. Vinícius de Moraes no poema Ariana, a mulher escolhe esta cor entre tantas outras para ilustrar a força do amor, dos sonhos e da natureza, observe: “Mas eis que um grande pássaro azul desce e canta aos meus ouvidos”. Recomendo a leitura para quem gosta de poesia. Se você ainda não conhece o texto acesse AQUI.

Em 1993 foi lançado no Brasil o filme da trilogia das cores chamado A liberdade é Azul:

Em 2009 foi lançada a mega produção Avatar e quem não lembra a cor daquela espécie de Pandora? Exato, azul. E nada é por acaso, já de muito tempo estamos acostumados com canções que utilizam essa cor pra falar de amor, vida e espiritualidade. Seria azul a cor da alma? Porque é realeza? Seria o azul a cor da ilusão, dos sonhos prósperos e da riqueza? Quem consegue ter sangue azul de verdade? Segue a bela letra do saudoso Tim Maia Azul da cor do Mar:

O poder que a cor azul exerce na nossa vida é muito forte, está relacionada à sensações de saúde, liberdade, tranquilidade, felicidade e passa sensação de algo bom e especial. Utilizar essa cor no Design de produtos e no marketing é sem dúvidas um dos diferenciais de bons profissionais contemporâneos, principalmente os de Marketing Digital e Produtores das Artes como o Cinema.

A cantora Piaf, foi mundialmente reconhecida com o clássico da música francesa “A vida em rosa”, obra que eu sempre gostei de ouvir por acreditar que o rosa realmente é a cor do amor. Além das referências que faço com o sentido da rosa propriamente dita: a flor. Azul hoje em dia pra mim tem simbologia da cor da ilusão, dona Eva morreu acreditando na reencarnação que em algum momento renascemos novamente na terra prometida nas escrituras bíblicas. Acredito que todo religioso é um iludido no bom sentido pois a fé é uma doce ilusão, um estado de esperança de que coisas boas virão. E todo cientista também, ou seja, nascemos numa dimensão repleta de ilusão é algo quase quântico esse Tao da existência (não irei me aprofundar). As verdades são doces ilusões que dão sentidos à vida e inclusive a universos paralelos e criatividade é característica dos Designers que parecem viver no mundo das artes que não deixa de ser um universo paralelo (citarei Lucy no final deste artigo).

Em 2013 uma questão sobre sexualidade foi abordada na produção cinematográfica, francesa Azul é a cor mais quente. Para fechar este texto que buscou dar uma pincelada apenas sobre a temática e o poder da cor azul no Design e no comportamento da Sociedade atual cada vez mais imersiva pelas mídias. Vale ressaltar o filme Lucy de 2014, em que a heroína da trama recebe uma droga contra sua vontade e adquiri poderes que aceleram sua capacidade intelectual. E adivinhem vocês, a cor da substância? Sim, é o AZUL.

Um abraço e até a próxima.


Maira Penteado

Aspirante de jornalista. Amante da Cultura Italiana. Adoro porto Alegre. Ariana com Ascendente em Áries "vivo de amor profundo."..
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/design// @destaque, @hplounge, @hp, @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Maira Penteado