febre de além

O que desejo ainda não tem nome

Brian Lima

Formado em Administração, continuo aprendendo para me sentir vivo. Intenso não é só adjetivo, é condição. "Ninguém pode calar dentro em mim essa chama que não vai passar".
[email protected]

  • Febre_de_alem-BrianLima-Paris4.JPG
    O que eu aprendi em Paris

    Viajar é Preciso. Viver não é preciso.

  • IMG_0845.JPG
    Pensamentos de uma pessoa febril

    Acredito na utopia porque a realidade me parece impossível.

  • voar e transportar-se.JPG
    Se não houvesse a morte, Maria, eu me matava

    Uma reflexão acerca de nossas necessidades de lutar contra a mudança, contra a vontade do outro e contra o ponto final.

  • bancada-evangelica-e-a-cura-gay1.gif
    Ensaio sobre a cegueira ou a Banalidade do Mal

    “Quando a tecnologia e o dinheiro tiverem conquistado o mundo; quando qualquer acontecimento em qualquer lugar e a qualquer tempo se tiver tornado acessível com rapidez; quando se puder assistir em tempo real a um atentado no ocidente e a um concerto sinfônico no oriente; quando tempo significar apenas rapidez online; quando o tempo, como história, houver desaparecido da existência de todos os povos, quando um esportista ou artista de mercado valer como grande homem de um povo; quando as cifras em milhões significarem triunfo, – então, justamente então — reviverão como fantasma as perguntas: para quê? Para onde? E agora? A decadência dos povos já terá ido tão longe, que quase não terão mais força de espírito para ver e avaliar a decadência simplesmente como… Decadência."
    Heidegger, 1953

  • amormãe1.jpg
    Estrela da vida inteira!

    "Veio a manhã e eu parti, Mas quando cheguei aqui, Os astros podem contar, No dia em que me perdi Foi que aprendi a brilhar, eu vi..."

  • v-for-vendetta-0.jpg
    "A revolução não será (apenas) tuitada"

    Qual o papel de cada um no mundo virtual para transformação da sociedade e como podemos estabelecer conexões fortes que vão além da vitrine.

  • IMG_4964.JPG
    Da incapacidade de entender a impermanência

    “De que serve ter um mapa, se o fim está traçado? De que serve terra à vista se o barco está parado? De que serve ter a chave se a porta está aberta? Para que servem as palavras se a casa está deserta?”

  • Rosas ao vento - Ainsustentavelleveza - Brian Lima.jpg
    A insustentável leveza do ser

    Como frequentemente somos traídos por nossas ilusões de leveza, numa caçada insana por aquilo que nem sabemos o que é.