heteronímia

Uma construção de seres

Cacau Barros

Ariana, estudante de cinema e dona de vários apelidos, acredita que foi abençoada com um grande coração e em contrapartida um pavio bem curto. Sua melhor definição são os excessos

Onde vivem os seus demônios: Conheça a história de Tyler Robinson e sua ligação com o Imagine Dragons

Todo ano, no dia 4 de março, completa-se mais um ano que Tyler Robinson, um grande fã do Imagine Dragons, perdeu sua batalha contra o câncer. Mas sua memória e seu legado continuam vivos. Conheça a comovente história por trás da música "Demons" e comece a se questionar onde vivem os seus demônios.


fotodestaque.jpg

A banda IMAGINE DRAGONS surgiu em Las Vegas no ano de 2008, Indie Rock, o nome da banda refere-se a um anagrama, segundo o guitarrista Wayne Sermon:

“Nós tínhamos essa frase, mas não queríamos chamar a banda assim, então concordamos em mudar as letras de lugar e surgiu Imagine Dragons. Nós não dissemos sequer a nossas mães o que era a frase. Como artista você coloca tanto de si mesmo pra fora, que é divertido ter algo que você mantenha em segredo”.

Provavelmente você já deve ter ouvido falar da banda imagine dragons ou ouvido por aí em alguma trilha sonora, porém, a banda tem uma história emocionante e maravilhosa por trás de uma das suas músicas, a música "Demons". Durante o texto você vai conseguir entender parte do universo que une a banda, uma ação e um garoto. Todos estão conectados.

imagine.jpg

O clipe da música "DEMONS" começa de forma muito simples. A banda fazendo um show comum, até que a câmera foca em pessoas aleatórias e mostra as adversidades que cada uma tem como fardo na sua rotina. Observe que o fato de escolherem pessoas aleatoriamente e durante uma apresentação comum da banda é justamente para demonstrar que por trás de todos nós existem acontecimentos bons e ruins, independente de quem somos, e que principalmente os ruins, deixam marcas. São situações acerca da criação dos nossos demônios internos.

garoto-demons.jpg

Trecho da letra da música:

"When you feel my heat / Look into my eyes / It's where my demons hide / Don't get too close / It's dark inside / It's where my demons hide"

"Quando você sentir o meu calor / Olhe nos meus olhos / É onde meus demônios se escondem / Não se aproxime muito / É escuro aqui dentro / É onde meus demônios se escondem"

Durante a música a gente percebe na letra que o sujeito vive com uma suposta culpa, que ele se sente de interior impuro, talvez pela resiliência forçada diante de tantos acontecimentos duros que a vida impõe a gente. Muitas vezes somos conduzidos a desenvolver comportamentos de auto defesa, e nesse caso, ela pode se manifestar através de qualquer tipo de reação, seja ela raiva, falsa alegria... Querendo ou não você desenvolve um escape e consequentemente a capacidade de se adaptar. Bem ou mal, você expande quem você é.

Ainda no clipe, ao final, observamos que ele foi dedicado à memória do Tyler Robinson.

tylerr.jpg

Tyler era fã da banda e foi diagnosticado com rabdomiossarcoma, um tipo raro de câncer. Ele sempre ia aos shows da banda, segundo o guitarrista Wayne: “Nós estávamos tocando em um pequeno clube quando conhecemos Tyler. Ele era mais um fã da banda, mas depois do show, descobrimos que ele estava lutando contra o câncer. Nós nos reunimos com ele e instantaneamente ficamos cativados por sua personalidade marcante”. Como os personagens do clipe que mais tarde Tyler seria homenageado, ali também vivia alguém que lutava contra seus próprios demônios.

Tyler amava a música. Uma de suas músicas favoritas durante o tempo que ele estava lutando contra o câncer era a canção "It's Time", que diz que o caminho para o céu é executado através de milhas do inferno nublado. Sabendo disso a banda dedicou a canção a ele em um show - este foi o início de uma longa amizade.

Veja:

Tyler também relatou em uma emocionante carta sua história e seu olhar diante de tudo isso.

Trecho:

"Eu precisava ter 20 rodadas de quimioterapia e que seria necessário um ano inteiro. Eu também preciso de uma operação e seis semanas de radiação. Eu iria perder meu primeiro ano em Brighton. Lembro-me de ir para casa, me sentindo tão louco e deprimido. Eu disse a minha mãe que eu não queria passar por isso - não por um ano inteiro. Meu bispo veio aquela noite e me deu uma bênção. Ele me disse que as pessoas que passam por coisas difíceis, tornam-se amargas e zangadas, ou aprendem e ficam mais forte. Ele me disse que eu tinha uma escolha a fazer. Daquela noite em diante eu escolhi ser um grande homem."

Porém, apenas 4 meses depois de ter sido declarado livre do câncer, aos 17 anos, Tyler inesperadamente faleceu vítima de complicações de três tumores que tinham invadido seu cérebro. Era o começo de uma grande iniciativa que usaria a sua história para ajudar tantas outras.

A família de Tyler junto com o IMAGINE DRAGONS criaram a Tyler Robinson Foundation que se dedica a prestar assistência financeira às famílias de crianças com câncer.

tylercriança.jpg

Nos textos que existem pela internet falando sobre a história de Tyler e sobre ele, um deles diz que ele ensinou aqueles que conheceu o poder da positividade e sua capacidade para extinguir a escuridão, mesmo em face da adversidade. Contrariando a introdução do texto, afirmo que a verdadeira batalha não é se você vai viver ou morrer, mas como você vai responder aos desafios que te são impostos.

Clipe da música "Demons" com a homenagem para o Tyler Robinson no fim. Emocionante.


Cacau Barros

Ariana, estudante de cinema e dona de vários apelidos, acredita que foi abençoada com um grande coração e em contrapartida um pavio bem curto. Sua melhor definição são os excessos.
Saiba como escrever na obvious.
version 8/s/musica// @obvious, @obvioushp //Cacau Barros