horizonte de eventos

De onde dizem que nem mesmo a luz consegue escapar...

Alexandre Beluco

Engenheiro, pesquisador, professor universitário. Especialista em energias renováveis. Apaixonado por motores de dois tempos

o citycar como proposta para o transporte individual urbano

A sociedade moderna está em certa medida moldada pelas liberdades individuais e o automóvel é um símbolo dessas liberdades. Mas os espaços urbanos se mostram cada vez mais limitados e o CityCar, concebido pelo MIT, se apresenta como um avanço no sentido de ainda permitir o uso do automóvel como transporte individual.


O CityCar é um carro conceito elétrico desenvolvido no MIT Media Lab para ambientes urbanos com capacidade para até duas pessoas. O conceito foi desenvolvido a partir de 2003 com apoio da General Motors e foi selecionado como uma das melhores criações de 2007 pela Time Magazine. Entre as suas qualificações, ainda é possível dizer que é um automóvel compacto... dobrável!

mit-folding-future-car-concept-01.jpg

As imagens acima e abaixo são criações artísticas, para melhor visualizar o modelo. É um automóvel bastante compacto, com um habitáculo para apenas dois passageiros, que tem o eixo dianteiro em posição "fixa" e o eixo traseiro "móvel", permitindo alterar a distância entre eixos. É um carro que se pode dizer "dobrável" na medida em que o eixo traseiro pode ser trazido para perto do eixo dianteiro.

citycar-04.jpg

Na posição "aberta" o carro apresenta maior estabilidade para enfrentar o trânsito moderno e para desenvolver maiores velocidades. Na posição "dobrada" o carro apresenta melhor manobrabilidade e ocupa menos espaço em estacionamentos. O amplo parabrisas dianteiro se abre para cima e dá acesso aos passageiros. Uma das versões também dá acesso por portas laterais.

citycar-05.jpg

As figuras acima e abaixo mostram um modelo produzido experimentalmente por um consórcio espanhol para testes desde 2012 em várias cidades europeias. A intenção é que sejam inseridos em programas para uso comunitário dos veículos com taxas atrativas. Em breve, será colocado a venda por valores em torno de US$ 20.000 para clientes como prefeituras municipais ou organizações não governamentais.

1024px-Hiriko_1.jpg

A figura abaixo compara dimensões e peso de um CityCar com o Toyota Prius e com o Ford Explorer. Em configuração estendida, o CityCar apresenta 100 polegadas de comprimento, aproximadamente 2,50 metros. Essa medida é quase a metade dos maiores automóveis disponíveis e menor que a maioria dos automóveis compactos. A figura seguinte indica o comprimento do carro "dobrado": 60 polegadas ou aproximadamente 1,50 metro.

citycar-01.jpg

A figura abaixo compara dimensões e peso de um CityCar com o Smart. O CityCar tem 1.000 libras, ou pouco menos de meia tonelada, enquanto o Smart tem 1.609 libras, ou cerca de 730 kg. Na figura anterior aparecem ainda o Toyota Prius com 2.932 libras, ou cerca de 1300 quilos, e a Ford Explorer com 3.950 libras, equivalentes a quase 1.800 quilogramas. O CityCar portanto é bem menor que outros carros e mesmo que seu atual concorrente direto.

citycar-02.jpg

O CityCar, enfim, é uma proposta para um automóvel elétrico compacto que permitirá ainda que os automóveis sigam sendo amplamente utilizados em ambientes com cada vez mais automóveis e menos espaços disponíveis. Mais do que um carro que virá a ser produzido em breve, o CityCar é um conceito que servirá para que novos conceitos surjam nos próximos anos. O CityCar é parte de um processo evolutivo!


Alexandre Beluco

Engenheiro, pesquisador, professor universitário. Especialista em energias renováveis. Apaixonado por motores de dois tempos.
Saiba como escrever na obvious.
version 38/s/design// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Alexandre Beluco
Site Meter