horizonte de eventos

De onde dizem que nem mesmo a luz consegue escapar...

Alexandre Beluco

Engenheiro, pesquisador, professor universitário. Especialista em energias renováveis. Apaixonado por motores de dois tempos

as duas maiores turbinas eólicas em operação no mundo

A energia eólica tem avançado muito nos últimos anos e, especificamente, o tamanho das turbinas tem crescido bastante! Até alguns anos atrás, a Enercon E-126 era a maior turbina eólica do mundo, apropriada para fazendas 'onshore' (sobre o continente). Essa posição foi assumida pela Vestas V164, apropriada para fazendas 'offshore' (sobre o oceano).


A turbina eólica E-126, produzida pela empresa alemã Enercon, é a maior turbina eólica disponível para fazendas onshore, como são denominadas as fazendas eólicas instaladas sobre 'terra firme', e até bem pouco tempo atrás era a maior turbina eólica disponível. O preço de uma turbina deste tipo, sem considerar custos de instalação, é de aproximadamente US$ 15 milhões.

A Enercon E-126 tem uma torre com 135 metros de altura, com pás com diâmetro de 126 metros, atingindo uma altura total de 198 metros e produzindo uma potência máxima de 7,58 MW. A denominação E-126 está associada ao diâmetro do rotor da turbina. Existem várias dezenas de E-126 em operação, em fazendas eólicas na Bélgica, na Holanda, na França e na Suécia.

A fundação da torre da turbina alcança 2500 toneladas e a torre propriamente dita tem 2800 toneladas, a casa de máquinas tem 128 toneladas e o gerador elétrico alcança 220 toneladas. O rotor, incluindo o cubo central e as pás, atinge 364 toneladas. o conjunto soma pouco mais de 6000 toneladas.

enercon-e126-georgsfeld.jpg Uma turbina Enercon E-126.

A turbina V164, produzida pela empresa dinamarquesa Vestas, é a maior turbina eólica disponível para fazendas eólicas offshore, como são denominadas as fazendas eólicas instaladas sobre alto mar, e desde alguns anos é também a maior turbina eólica disponível. Em diversos modelos, ela teve sua potência por máquina incrementada até próximo de 10 MW.

A Vestas V164 tem sua denominação determinada pelo diâmetro do rotor, que é de 164 metros, com cada pá alcançando algo entre 33 e 35 toneladas. O conjunto da turbina alcança 1300 toneladas enquanto a estrutura mais a base e a fundação alcançam cerca de 4000 toneladas. Também existem várias dezenas de V164 em operação, em fazendas eólicas na Bélgica, na Dinamarca e no Reino Unido.

vestas-v164.jpg Uma turbina Vestas V164.


Alexandre Beluco

Engenheiro, pesquisador, professor universitário. Especialista em energias renováveis. Apaixonado por motores de dois tempos.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Alexandre Beluco