idees

Meus pensamentos, sua opinião.

Jonas Moura

Uso as palavras para falar ao mundo o que penso.
Observo. Amo. Ouço. Declaro.
Compartilho ideias, quero colher pensamentos.

Pessoas são como músicas

Pode ser, que ao longo do tempo, você passeie por outros rocks, outras canções, outros boleros. Não se assuste! O mundo gira como um vinil na vitrola, e uma hora a gente tem que virar o lado. Trocar o disco, fazer novos downloads.


Thumbnail image for Fotor_146592640905629.jpg

Pessoas são como músicas, ouça-as. Elas gostam. Aproxime -se do seu gosto, acompanhe as que têm seu ritmo favorito. Experimente-as. Melodia, letra e harmonia. Conheça profundamente, antes de ignorar.

Exclua de sua discoteca, o que não te agrada. Monte seu acervo particular, apenas com aquelas que julgares eternas. De fato, certas vezes, ouvirás o que não é do teu agrado. Nessas horas, entenda que o mundo é diverso, é plural.

Aqui, neste universo, toca de tudo. Há lugar para todas as coisas, todas as músicas, todos os sons. Faz parte a diferença, seja eclético ou não. É permitido o monoteísmo ou politeísmo dos arranjos, só precisas se arranjar no teu canto. Mudo ou cantando o que quiser, você que põe a ficha no Junkie.

Seja o DJ da sua pista. Certamente, nela só estarão quem compartilhar da sua playlist, mesmo que nem toda sequência seja 100%. "Não há bom sem defeito." - já diziam os ancestrais, de outras eras musicais.

Dance colado ou só. Pule, sue, siga o break, a batida. Entre em transe,transe. Arrastado ou na ponta do pé. Faça de conta que tudo é um bom baile de funk, de charme, cheio daquilo que move seu corpo, que te faz sentir vivo. Ouça, converse, sinta as músicas, você também vai gostar.

A composição cotidiana exige sintonia. Os sonhos são as partituras nossas de cada dia. Viaje. Divida esse ato com a música. Pode ser a sua predileta ou quem sabe as que contemplam a trilha sonora da sua existência. Curta ou longa, mas sempre digna dos melhores sons.

Pode ser, que ao longo do tempo, você passeie por outros rocks, outras canções, outros boleros. Não se assuste! O mundo gira como um vinil na vitrola, e uma hora a gente tem que virar o lado. Trocar o disco, fazer novos downloads.

Há um batuque intenso lá fora. Tem barulho demais ao nosso redor. Afinado, desafinado, no compasso, sem cadência. Um emaranhado de beleza e ruídos, que ouvimos ou não. Isso é movimento, é sentido. A força que emana e nunca seca, a vida sem vergonha de ser feliz.

Espere acontecimentos, ou sei lá, corra demais. Pela janela de um quarto, pelas curvas da estrada de Santos. Espere que a semana acabe pra encontrar o amor, as good vibrations. Pare agora, seja errado ou errante, seja um passageiro, ande sem parar.

Cheire o som, respire a intenção de quem canta o que você gosta de ouvir. Ouça, preste atenção, pode ser sua canção. Se não, mande tudo para o inferno. Rasgue cartas, viva e aprenda a jogar. Pois afinal, no final, todo carnaval tem seu fim.

Daí, quem sabe, um dia nós, igual as músicas calaremos. Nos transformaremos em partículas sônicas, numa onda sonora. Livres para qualquer lugar, qualquer lar, qualquer vontade de ouvir. Somos assim. Eu, você, qualquer um...


Jonas Moura

Uso as palavras para falar ao mundo o que penso. Observo. Amo. Ouço. Declaro. Compartilho ideias, quero colher pensamentos. .
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Jonas Moura