imagens e palavras

REFLEXÕES SOBRE LITERATURA E CINEMA

Fernanda Villas Boas

BLADE RUNNER: UMA VISÃO DO SÉCULO XXI

Blade Runner (no Brasil, Blade Runner, o Caçador de Andróides; em Portugal, Blade Runner: Perigo Iminente) é um filme de ficção científica norte-americano de 1982 dirigido por Ridley Scott e estrelado por Harrison Ford, Rutger Hauer, Sean Young, Edward James Olmos, Daryl Hannah e Brion James J.J. Johnson.


blade runner.jpg

Blade Runner é um termo emprestado de William S. Burroughs que tem a adaptação de Ridley Scott da novela de ficção “Do Androids Dream of Eletric Sheep?( Andróides sonham com Carneiros Elétricos?) Este, talvez, seja o mais popular dos filmes cult que cobrem o território “noir” cibernético.

blade runner 5.jpg Segundo Sevcenko (1990) "pós moderno" é um conceito que supõe uma reflexão sobre o tempo e uma atitude que nasce do espanto, do desencanto e da amargura que busca reconstruir uma alternativa parcial, para resgatar a esperança. Na vanguarda européia de 1940, as metáforas prenunciavam a guerra tecnológica e o planejamento totalitário das sociedades.

blade 4.jpg

Qual o lugar do artista neste mundo pós-moderno, quando já não se pode acreditar em um futuro radiante? Blade Runner também questiona o sentido da existência humana, com a pergunta "quem eu sou" e “para onde vou”, além de cidades satélites, colônias espaciais e andróides?

blade 1 (27).jpg

A ficção científica se passa em 2019, em Los Angeles, onde Rick Deckard deve exterminar cinco andróides que sequestraram um navio no espaço, e voltaram à Terra para procurar seu criador- o ser humano. Deckard, , corredor de clones sequestradores, quer resgatar o navio, mas a visão do futuro é estranha. Rickard é um especialista em exterminar andróides, que o próprio homem criou dentro desta obsessão em fazer um ser igual a si mesmo.

Bladerunner-blade-runner-.jpg


version 1/s/cinema// //Fernanda Villas Boas