imagens e palavras

REFLEXÕES SOBRE LITERATURA E CINEMA

Fernanda Villas Boas

NOSSAS NOITES: VAMOS DORMIR JUNTOS?

Our souls at night ( 2017)Nossas Noites, dirigido por Addie Moore (Jane Fonda) é uma viúva que vive solitária desde que seu marido faleceu. Um dia, ela resolve fazer uma visita inesperada ao seu vizinho, Louis Waters (Robert Redford), cuja esposa também faleceu recentemente. Do encontro, uma relação inusitada, sensível e romântica.


nossas noites 1.jpg

“Sou sua vizinha há 40 anos. Eu só vim aqui para lhe fazer uma proposta: “ Quer dormir comigo?” Assim Allie ( Jane Fonda) dá o primeiro passo para conhecer Louis (Robert Redford), ambos viúvos e solitários nos seus setenta e tantos anos . A primeira impressão já nos cria uma ternura e empatia com esse casal de velhos, buscando um pouco de amor nessa última fase da vida. Com base no reconhecido romance de Kent Haruf, Nossas Noites retrata com ternura e sensualidade o envelhecimento dando espaço e vida às segundas chances e a emoção de redescobrir os pequenos prazeres da vida. De uma proposta de Addie ( Jane Fonda) Louis, seu vizinho de mais de quarenta anos passa a lhe fazer companhia à noite para conversarem e enfrentarem melhor a expectativa da morte.

nossas noites 2.jpg

Cada mudança surpreende aos dois que passam a sentir vontade de viver e recordar seus passados, os segredos, as lembranças vistas de um novo ponto de vista. Eles adquirem intimidade, confiança e um amor invulgar para septuagenários. Tudo que fazem é desobedecer as ordens prescritas por uma sociedade hipócrita e conservadora. A ideia central é nos revelar que não estamos mortos depois dos setenta, ou sessenta como tantos fazem e se isolam de si próprios em nome da família tradicional. Não é mais um filme sobre a velhice. Nossas Noites abre o caminho para a possibilidade real de amar-se com carinho sem cair em clichês. Pelo contrário, o amor os rejuvenesce, des-cobrem-se, .e enfrentam as fofocas da cidade pequena, o ciúme patológico do filho de Addie, os traumas do passado vão limpando a alma e saindo da frente.

nossas noites 4.jpg

O filme retrata um tema difícil, de uma maneira carinhosa, sem entrar em exageros, sem preciosidades maiores do que mostrar a possibilidade assim como a necessidade de duas pessoas falarem muito sobre si mesmas, de suas histórias de vida, quebrando tabus e preconceitos através de sua relação amorosa em uma cidade pequena em Colorado, EUA. É um alerta e um alento para todos que temem amar depois de velhos pela força da cultura imposta, do proibido, do riso patético sobre a energia sexual dos idosos. A suavidade da aproximação os leva a um compromisso entre eles mesmo, desarmando-se, viajando, aparecendo em público indo contra a estúpida mentalidade que se cria acerca da velhice. Eles conseguem se desfazer do medo, isolamento, tédio de suas noites vazias e sem sonhos. Apaixonante a cada cena, que sacode com o desejo, o riso e a alegria de viver.

nossas noites 3.png


version 3/s/cinema// @obvious, @obvioushp //Fernanda Villas Boas