inconvencional

Tudo depende do ângulo

Michelle Cruz

Em formação na escola da vida, uma artista-arteira, e também, comunicóloga. Fazendo da sua vida uma obra-prima, falando da vida e do mundo que a influencia

Racismo: escravidão moral vigente!

Quem acredita que o racismo é uma questão a ser superada apenas pelos negros se engana. Os troncos foram tirados de circulação. Mas, o ranço da escravidão moral ainda está vigente e valendo para todos os brasileiros.


Racismo a escravidão moral está vigente 1.jpg

É estranho pensar que o Brasil seja um país onde o racismo tenha tanto destaque, diante de uma população de maioria negra, que ainda é chamada de minoria discriminada. A realidade não condiz com os discursos.

Enquanto a mídia veicula milhares de imagens de um Brasil com estilo europeu, nas ruas a diversidade estética é enorme, o que nada se assemelha aos loiros de sangue azul. Como pode uma ideia ser mais forte do que a realidade?

Uma ideia que parece ser doentia. Que força o povo a seguir um padrão inalcançável, torturando milhares de pessoas na busca incansável de ser alguém externamente que elas nunca serão. E em buscar uma vida de ostentação sem grandes responsabilidades. Afirmando que a estética física e um bom discurso, é mais importante do que o caráter e o trabalho diário para se ter uma vida melhor.

E com esse cenário, o fato dos negros terem sido escravizados para algumas pessoas é apenas um acontecimento do passado que não influência o nosso presente. A sensação é que participamos de um enorme #mannequinchallenge. Como se os acontecimentos parassem no tempo e não gerassem consequências nas gerações futuras.

A apatia tomou lugar da empatia e está gerando antipatia.

Racismo a escravidão moral está vigente.png

Imagem: @Ofelipeguga

Os manifestos contra o racismo não são apenas a favor do negro. É uma discordância com o sistema escravocrata vigente. É a busca pela igualdade social. Um basta aos falsos privilégios.

O vídeo divulgado pelo Governo do Paraná evidência como o racismo ainda é forte em nossos dias.

Como se não bastasse a exclusão do negro, existem outras formas de exclusão ocorrendo no meio corporativo no momento da admissão de novos funcionários, em que favorecem os que tem "QI" - Quem Indica. Geralmente, os que tem "Quem Indique" são pessoas que nem sempre atendem os requisitos da vaga ou é alguém ligado a chefia do departamento, continuando o cenário de privilégios aos familiares ou amigos aduladores.

O sistema de privilégios ainda existe. E escraviza moralmente todos aqueles que se esforçam em estudar e trabalhar para ter uma vida melhor e que não tem um "padrinho". E muitas vezes, nem a cor da pele favorece para conseguir uma melhor colocação.

Por esse motivo é importante pensar nas consequências que a escravidão nos deixou de herança. Pois o racismo e outras formas de preconceito e injustiças continuarão ocorrendo na nossa sociedade.

O que aconteceu no passado nunca será desfeito, já virou história. Quem pensa que o racismo é um problema somente dos negros se engana. Esse é um problema a ser resolvido por todos os brasileiros. O sistema que escraviza moralmente ainda está vigente. Pra provar que o racismo gera danos para todos!


Michelle Cruz

Em formação na escola da vida, uma artista-arteira, e também, comunicóloga. Fazendo da sua vida uma obra-prima, falando da vida e do mundo que a influencia.
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Michelle Cruz
Site Meter