inconvencional

Tudo depende do ângulo

Michelle Cruz

Em formação na escola da vida, uma artista-arteira, e também, comunicóloga. Fazendo da sua vida uma obra-prima, falando da vida e do mundo que a influencia

Como você lida com as suas emoções?

A maneira com a qual as pessoas decidem lidar com as suas emoções determinam o tipo de ambiente que vão viver. Lidar com as emoções não é apertar "a tecla fod*-se" a cada problema que aparece. E sim, fazer o que tem que ser feito para ser feliz, mesmo indo contra a vontade de outros. O fod*-se não é apenas uma fala, é uma ação! É agir com coerência, mostrar o melhor que há em si e não uma coerção.


Como você lida com as suas emoções.jpg

O número de pessoas diagnosticadas com depressão só aumentam, as pessoas estão cada vez mais estressadas. A tristeza e o vazio tem sido tão profundo que tem levado as pessoas a cometerem suicídio.

Na maioria dos casos, as pessoas estão presas às situações que as incomodam e não conseguem enxergar uma maneira de se livrar dos problemas e nem dos sentimentos que as oprimem.

Às vezes, esses sentimentos têm raízes profundas a todo tipo de experiências desagradáveis, que criam traumas, da época da infância ou da fase adulta. São inúmeros os motivos que levam uma pessoa à depressão. Apenas um especialista pode classificar e ajudar na maioria dos casos.

Diante a tantas mudanças na nossa sociedade, de crises econômicos e sociais, tudo que acontece a sua volta te afeta de alguma maneira. Se preocupar com a própria saúde é uma obrigação de todos. E daí surge a pergunta, como você lida com as suas emoções?

Você se tranca no quarto e chora? Vai fazer massagem? Você dança? Você xinga? Você passa dias dormindo? Ou passa dias sem dormir? O que você faz? Qual é a sua solução? Cada um tem uma maneira de lidar com suas emoções ou ignora soluções. 

É preciso aprender a lidar com as emoções para viver melhor. Para desejar e fazer o bem para os outros. É preciso aprender a canalizar de forma positiva as dores internas, justamente para não continuar contaminando outras pessoas com sentimentos ruins. O bom da vida é contagiar os outros com alegria. Isso não quer dizer que alguém vai sorrir noite e dia para levar alegria para todo o mundo. Mas sim, que vai saber direcionar suas angústia e medos para lugares corretos.

Se o motivo da tristeza de alguém é porque se sente oprimido e proibido de ser quem ele/ela realmente quer ser, ele/ela precisa aprender a lidar com quem a oprimi. Ela tem que ser dona da própria voz, ter coragem de enfrentar seus opressores. Aprender a se posicionar não é fácil. Mas, alguma ação precisa ser tomada. É preciso encontrar apoio, pessoas que passaram pelos mesmos desafios. Alguém que ajude a dar um norte, uma solução. 

Por exemplo, um pai que chega estressado do trabalho precisa aprender a lidar com o peso que ele recebe do trabalho. Se ele chegar em casa e descarregar essa pressão no filho, temporariamente, ele se sentirá bem. Mas, esse filho pode criar maneiras nada saudáveis de se livrar dessa pressão: batendo nos amiguinhos ou se tornando uma criança calada e até doente, por não saber externar suas dores.

martin_luther_king_o_que_me_preocupa_nao_e_nem_o_grito_l4wn8n0.jpg

Qualquer pessoa pode escolher se quer ser alguém que contagia com o bem ou com o mal, tudo depende de que maneira cada um enxerga os desafios a sua volta. A maneira que as pessoas decidem lidar com as suas emoções determinam o tipo de ambiente que vão criar pra viver. Lidar com as emoções não é apertar "a tecla fod*-se" a cada problema que aparece. Ultimamente, quando uma pessoa sofre com algo negativo ou contrária as suas convicções, na sequência, já quer apertar a tecla "fod*-se". Como se a vida fosse apenas uma fala.

E acabam por não perceber que isso, na verdade, é fod*r com a vida dos outros. Pois, em muitos casos, as pessoas estão apenas se isentando de suas responsabilidades. O verdadeiro valor de apertar a tecla do fod*-se é quando alguém enfrenta seus medos e inseguranças, e parte para realizar sonhos, sua paz interior.

Lidar com emoções é agir com coerência. É olhar pra si. É buscar o autoconhecimento. É entender a realidade pessoal. É buscar soluções para a própria vida sem se comparar. E não ter medo de ser feliz, mesmo quando te consideram bobo.

Não importa como estão suas emoções, se as outras pessoas vão querer entender, a verdade é que para tudo existe uma solução. O importante é estar disposto a fazer algo diferente para sua própria felicidade.  É se preparar para assumir suas decisões e caminhar de cabeça erguida, independente das críticas, sabendo que está fazendo o melhor pra si. Todo ser humano guiado por suas emoções, decidir qual tipo de emoção e sentimentos vai prevalece depende de cada um. 

Do que cada um faz. Do que cada um deseja e sonha ou deixa de sonhar. 

Experimente o novo! Sonhe com o impossível! Não se deixe dominar pelo vazio!


Michelle Cruz

Em formação na escola da vida, uma artista-arteira, e também, comunicóloga. Fazendo da sua vida uma obra-prima, falando da vida e do mundo que a influencia.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Michelle Cruz