infinito saber

Em busca do conhecimento do ser nas trilhas da vida...

Daniela Castro

Interessada no conhecimento do ser, repleto de detalhes e suaves toques que nos cercam por aí..

Seu retrato envelhece, você não

Dorian Gray é pintado em um quadro e faz uma promessa para permanecer sempre jovem. Desde então, não envelhece mais, mas seu retrato muda como resultado de sua idade e de suas atitudes. Você transferiria as transformações de sua vida para uma pintura?


dorian-gray-1.jpg

Um retrato: alegrias, tristezas, lembranças, saudades.

"O Retrato de Dorian Gray" foi escrito por Oscar Wilde e narra a história de Dorian Gray, um jovem belo e aristocrata quem chega a uma cidade nova. Nesse cenário, ele conhece Basil Hallward, um famoso pintor que fica apaixonado pela sua beleza e resolve pintá-lo.

Com a influência dele, conhece também Lord Henry que o apresenta a realidade da vida, ao prazer e à paixão. Com o tempo, Dorian se transforma em um ser frio, obcecado pelo poder, passando a valorizar apenas a beleza externa, o que leva esse personagem a fazer uma promessa para permanecer sempre jovem. Com a amizade de Lord, ele passa a descobrir diferentes universos, tais como a sensualidade e a crueldade.

Seu retrato passou a ter transformações cada vez piores, significando todas as suas dificuldades e sofrimentos. Ao olhar para dentro do quadro, o quadro olhava para ele, como se seu retrato tivesse uma vida própria. Com mudanças cada vez mais significativas e assustadoras, decidiu escondê-lo no sótão.

E você, se fosse possível, transferiria as transformações de sua vida para uma pintura e escolheria então, não envelhecer em dezoito anos? E caso, as transformações te deixassem perplexos, também esconderia no lugar mais escuro e inóspito da casa?

dorian1.jpg

Indignado, Dorian chama Basil à sua casa e após culpá-lo por aquela realidade, decide matá-lo. Com diversas consequências, ele resolve voltar a ser bom e questiona se essa decisão recompensaria todas as imperfeições do retrato. No entanto, descobre que não. Percebe que apenas admitindo as suas atitudes tornaria novamente um bom homem. Assim, com uma faca na mão, apunhala o retrato e, naquele instante, todas as mudanças sofridas no retrato são passadas para ele.

Aquele retrato foi o meio que lhe proporcionou o conhecimento de toda sua história. Velho, com sofrimento e todas as marcas da vida.

‎"A harmonia do corpo e da alma... Nós, na nossa cegueira, separamos estas duas coisas para inventar um realismo vulgar e uma idealidade vazia." O Retrato de Dorian Gray


Daniela Castro

Interessada no conhecimento do ser, repleto de detalhes e suaves toques que nos cercam por aí...
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Daniela Castro