infinito saber

Em busca do conhecimento do ser nas trilhas da vida...

Daniela Castro

Interessada no conhecimento do ser, repleto de detalhes e suaves toques que nos cercam por aí..

Como inovar as nossas escolas?


escolas_inovadoras.jpg

Salas de aulas sem parede? Aulas ao ar livre? Carteiras em círculo ou enfileiradas? Professor como sujeito e aluno como objeto? Ou ambos numa relação de ensinoaprendizagem?

Apesar de poucas escolas inovadoras, já existem algumas com ideias e atitudes que reinventam e executam o papel da educação. Assim como dizia Paulo Freire, a educação deve ser trabalhada intencionalmente para humanizar o mundo.

Em Londres a creche Into The Woods atende crianças entre 2 anos e meio e 5 e os alunos se conectam com a natureza, desenvolvem a criatividade e ainda habilidades de pensamento.

Na Escola Municipal Amorim Lima em São Paulo, os alunos têm a opção de integrar as disciplinas conforme preferências.

Na Escola da Ponte em Portugal não existem disciplinas, salas de aula e horários definidos. Os alunos escolhem uma das atividades sugeridas pelos professores.

A Escola Pública Ginásio Experimental de Novas Tecnologias Educacional (GENTE) localizada na Rocinha ensina de uma forma diferente: os alunos não se reúnem por séries, mas por interesse em comum.

Em Quest to learn em New York, as aulas são dadas apenas com jogos.

Na escola infantil Fuji Kindergarten, no Japão há árvores em cadas salas interligadas com a construção para que os alunos tenham mais acesso à natureza de uma forma divertida.

Certamente, o aluno se sentirá mais motivado com a opção de estudar o que lhe interessa, sem cobranças, atividades e provas rigorosas. A tecnologia está disponível para grande parte da população e basta o aluno buscar uma informação ou matéria e estudar em casa, que já adquire aquele conhecimento. E como, então, aprender na escola de uma forma interessante e motivadora?

José Pacheco diz que a escola não é um edifício, escolas são as pessoas. Ele diz: "dar aula é contrário ao que se lê na teoria. Quem lê Vygotsky não pode continuar dando aula. O professor forma-se através da sua própria prática com os outros, transforma-se com os outros, a profissão de professor não é um ato solitário, tem que ser um ato solidário."

Tião Rocha construiu uma escola debaixo de uma mangueira, por que a necessidade de um edifício fixo? E as reuniões com a supervisão, por que são separadas dos alunos? Há algo a esconder deles?

Assim, o ensino tradicional deve ser inovado. Como professor, o que você pode fazer para tornar isso uma realidade? E como aluno, o que você sugere para que vá até às aulas com disposição e interesse?

Criando um diálogo entre professor e aluno; diretores, pais e alunos; a escola, onde os valores éticos, morais, emocionais e sociais são reconhecidos pode começar a mudar a realidade dos alunos, do ambiente, do local e do mundo.


Daniela Castro

Interessada no conhecimento do ser, repleto de detalhes e suaves toques que nos cercam por aí...
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/sociedade// //Daniela Castro