AURICIO ARAUJO

DECLARAÇÃO!

Só te peço que me perdoe, eu não sei viver com essa culpa.


Paolo_Monti_-_Serie_fotografica_-_BEIC_6342954.jpg

Bem eu não queria que terminasse assim, sem sentido... Acho que tudo ainda ficou meio disperso, meio vago... Não tivemos nem uma briga decente... Você simplesmente pegou o telefone e me ligou “muito obrigado pelo presente mais acabou!” e eu sem reação calei e concordei, não consegui esboçar nenhuma reação, não sabia o que te dizer, mas agora eu sei e é por isso que eu estou aqui!

Por favor, não me interrompa eu preciso falar, eu preciso que me escute:

Justamente naquele dia, após um mês inteiro sem você, sem sequer um telefonema, sem dar noticia, eu quis te levar um presente, e você novamente não estava em casa, como quando eu ia na sua casa nesses últimos dias e você nunca estava lá, talvez isso tenha agravado a situação. A distancia, a falta de comunicação, essa magoa que você guarda por algo que eu fiz, justo nesse dia eu pensei muito e refleti, lembrei de todas as nossas discussões, até mesmo as mais bobas, decidi me retratar de todos os meus erros, e a partir daí decidi não te fazer derramar mais nenhuma lagrima sequer, mas já era tarde.

E você que sempre dizia que eu dava mais atenção aos meus amigos, a outras coisas supérfluas do que a você, agora entendo o que você estava dizendo, eu estava te perdendo aos poucos, sem saber... Sem saber o erro que havia me submetido... Isso pra você se tornou uma bola de neve que foi crescendo... Crescendo... E quando eu olhei a realidade já havia se tornado uma avalanche. Avalanche de ressentimentos, de magoas guardadas após cada bobagem que eu fazia. Não vim até aqui para te pedir outra chance, mas sim para te pedir perdão!

Lembra quando você disse que havia perdido a confiança em mim? Naquele dia eu me dei conta que o nosso relacionamento ia mal, mesmo que eu não fizesse nada de errado – digo pelas suas costas – você não confiava mais em mim pela forma que eu agia na sua frente. Eu sei que quando eu não estava presente você logo procurava os seus amigos para desabafar, eu sei que combinamos de não falar deles, mas eu sei que eles colocavam minhocas na sua cabeça.

Eles diziam que eu te traia, isso aumentava ainda mais a sua desconfiança em relação a mim – isso foi você quem me disse – e toda vez que discutíamos, ainda que por bobagens, você sempre me lembrava desses comentários, e isso me distanciava mais ainda de você.

Quando nós tivemos aquela conversa, eu te jurei que mesmo que tivesse a oportunidade em minhas mãos, jamais teria coragem de te trair, não é do meu feitio. Não saberia viver com essa culpa porque te amo caramba!

Eu sei que depois que terminamos, eu te disse todas aquelas coisas nas mensagens que eu te mandei, mas isso foi porque você também disse varias coisas que eu também não gostei, só queria revidar.

O fato é que, não querendo justificar, eu não sei como retribuir todo o amor que você depositava em mim, eu nunca soube fazer isso, não sei como é. Talvez porque eu nunca tenha passado por isso antes, porque ninguém tivesse me amado dessa maneira. à partir daquele dia que eu fui na sua casa pra te entregar o presente, eu estava totalmente disposto a mudar, eu só tinha prioridades pra você. E você passou a ser meu objetivo de vida, foi daquele momento em diante que eu percebi que poderia te perder se não mudasse drasticamente minhas atitudes, meus sentimentos... mas como disse já era tarde, eu já havia te perdido na ultima discussão, aquela que faz um mês, cujo tempo serviu para você cravar a estaca que faltava no seu coração, e acabar com todas as chances de eu me redimir.

Eu sei que ainda que reatemos o nosso relacionamento, não será a mesma coisa, afinal confiança você só tem uma vez, também sei que não tenho como apagar o que eu disse, nem voltar no tempo e evitar que seja dito, as feridas estão abertas e sinceramente não sei como trata-las.

Só te peço que me perdoe, eu não sei viver com essa culpa.

E você tem razão eu ainda não sei o que estou fazendo!

Eu entendo que você não possa me perdoar... Que não consiga... Enfim...

Mais uma ultima coisa, se você encontrar alguém e se o amor vencer todas as dificuldades, desejo que você seja feliz de todo o coração...

Adeus!


version 1/s/recortes// //AURICIO ARAUJO