inteligência evolutiva

Do óbvio ao inacreditável

Alexandre Pereira

Escritor, acadêmico de Comunicação Social, Educador Físico, Youtuber, Blogueiro e Pesquisador da Consciência. Penso que a Ciência é o caminho menos pior que irá nos levar as estrelas ao invés da destruição. Também vejo que o autoconhecimento é o caminho que nos levará a iluminação ao invés da autodestruição. Mais matérias e informações em: www.dimensaomental.com.br

Sobre carregar o peso dos outros

Você carrega o peso emocional dos outros? Há pessoas que vivem a incoerência de tentar sustentar o outro quando sequer tem firmeza na própria perna. Um texto que fala das sutilezas e densidades, dos sentidos e direções, bem como um pouco de tudo e de nada.


o.359644.png

Muitas vezes queremos carregar o peso dos outros em nossos ombros. Mal sabemos que quando a carga não é nossa ela tem um peso diferente. Uma pessoa bem intencionada, quando faz o papel do herói, quase nunca entende o peso das cargas alheias. Todo herói pode ser admirado pelo que é por fora, mas quase ninguém sabe que é mutilado por dentro. As cargas esmagam, fraturam e corrompem o sistema. Cada um deve levar o seu próprio peso, ser o herói de si próprio.

A vida só é pesada quando não aprendemos a deixar partir o que não se conecta mais a nós. Uma carga envelhecida é inútil entre idas e vindas que o mundo dá. O peso que habita em mim deve ser compatível ao que minha mente suporta, não aos meus joelhos. Leve sua própria carga não por ser um sujeito egoísta e antifraterno, mas porque você enxerga o que os outros não enxergam. Os ombros só verdadeiramente pesam quando estão desprovidos de alguma carga. Quem não carrega nada, mal sabe que carrega tudo.

Enquanto se acostuma ao peso e a própria carga geralmente ocorre a descoberta do quanto é diferente abrir mão, deixar seguir. No princípio parece amargo, mas logo a percepção fica doce. Sem o peso dos outros vamos mais rápido e ajudamos de um meio alternativo, assim como você tem mais mobilidade frente outras questões enquanto os outros aumentam suas forças. O peso de cada um torna-os mais fortes enquanto carregar o peso deles nos faz mais fracos. Quando se está livre, verdadeiramente livre, a carga perde o peso enquanto nos elevamos cada vez mais alto.

É fato que toda essa carga emocional deixa os pés presos ao solo, num aterramento inoportuno. Deixar a vida fluir é se permitir uma flutuação pelo vazio do desconhecido. Poucos querem arriscar um momento sem pesos e sem chão ainda que sonhem com uma realidade diferente. Ao deixar os pesos próprios e alheios é preciso arcar com a leveza que permite chegar as nuvens. Assim que alguns se sentem volitando no desconhecido preferem a certeza dos pesos e dos problemas. Afinal, onde poderiam chegar sem a gravidade da gravidade?

Se você entende os sentidos e significados dessas palavras vai compreender que pesos não trazem sinais, apenas desconforto. O peso gera insatisfação contrária a liberdade e a libertação dos próprios condicionamentos. A questão fundamental, mais profunda que os problemas em si, é o entendimento de que nenhum peso na verdade existe. A questão é que nossas emoções são escolhas conscientes ou inconscientes e que algo inadmissível para mim por ser irrelevante para você. Nós selecionamos, moldamos e nutrimos todo sofrimento em si.

Não carregar o peso dos outros e amenizar os próprios é uma tarefa que pode ser árdua ou harmoniosa. Melhor que carregar os pesos é saber o momento de deixá-los e o modo como fazê-lo. Abrir mão pode ser sofrido quando, apesar de todo desgaste e todo tormento, no fundo se ama carregar pesos e ser machucado por eles. Pode ser uma decisão difícil trilhar pelo caminho da pacificação íntima. Primeiro deixar de amar os sofrimentos e depois admitir que são nossas próprias criações para só então seguir em direção as estrelas.


Alexandre Pereira

Escritor, acadêmico de Comunicação Social, Educador Físico, Youtuber, Blogueiro e Pesquisador da Consciência. Penso que a Ciência é o caminho menos pior que irá nos levar as estrelas ao invés da destruição. Também vejo que o autoconhecimento é o caminho que nos levará a iluminação ao invés da autodestruição. Mais matérias e informações em: www.dimensaomental.com.br.
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/recortes// //Alexandre Pereira