inteligência evolutiva

Do óbvio ao inacreditável

Alexandre Pereira

Escritor, acadêmico de Comunicação Social, Educador Físico, Youtuber, Blogueiro e Pesquisador da Consciência. Penso que a Ciência é o caminho menos pior que irá nos levar as estrelas ao invés da destruição. Também vejo que o autoconhecimento é o caminho que nos levará a iluminação ao invés da autodestruição. Mais matérias e informações em: www.dimensaomental.com.br

O segredo oriental para a longevidade saudável

A "vila dos centenários" do Japão tem um ponto em comum. Mas afinal, qual é a fórmula dos japoneses para uma vida plena e longa?


ikigai capa 18.jpg

O país com mais expectativa de vida no mundo é o Japão. E dentro do Japão o local com mais idosos saudáveis está na região de Okinawa. Qual o diferencial dessa população em relação aos demais? Claro que comida de qualidade e uma vida social ativa faz parte desse receita, mas o grande segredo deles está em algo chamado de Ikigai. Uma tradução para esse termo seria algo como "a felicidade de estar sempre ocupado".

Mas afinal o que é isso? Para um entendimento mas fácil veja o diagrama a seguir:

diagrama ikigai.jpg

Assim podemos observar na figura que em sua vida existe aquilo que você ama, do que o mundo precisa, aquilo que você pode ser pago e o que você é bom. Dessa forma, aquilo que você ama somado ao que o mundo precisa é chamado de missão. Aquilo que você é bom mais o que pode ser pago é chamado de profissão. Aquilo que você ama mais o que você é bom é dito como paixão. Do mesmo modo o que o mundo precisa e você pode ser pago é visto como vocação. E quando há algo que engloba todos esses pontos simultaneamente, no centro de tudo isso, está o Ikigai.

Em outras palavras, o Ikigai é algo que o motiva a levantar da cama todos os dias e o faz querer seguir em frente. Esse conceito é amplamente difundido na cultura japonesa e todos estão buscando seu Ikigai. Na região de Okinawa, por exemplo, os centenários sabem muito bem seu ikigai e seguem felizes fazendo o que os realiza de modo diário. Portanto, é uma vida mais cheia de propósitos e de satisfação que, até certo ponto, não precisa de nenhuma aposentadoria já que vivem em constante bem estar.

Esse Ikigai é pessoal e deve ser descoberto pelo próprio indivíduo, assim como o mesmo pode mudar com o tempo ou com a fase de vida. Ou seja, não é algo necessariamente estático e engessado. Assim, a atividade mais significativa toma parte da rotina do indivíduo sem qualquer tipo de culpa ou insegurança. Essa mentalidade sempre ativa permite que o corpo esteja sempre jovem, como se diz na ilha japonesa, já que o cérebro está sempre fazendo novas conexões e se revitalizando.

O estresse é visto como um assassino a longevidade e, por isso, o Ikigai atua como forma de redução da negatividade, ainda mais quando associada como práticas de exercícios físicos e meditação. Esse combustível existencial atua como um pilar central capaz de modificar e estruturar uma vida mais centrada e naturalmente produtiva. Há um provérbio japonês que diz: "Apenas em meio à atividade desejarás viver cem anos".

Apesar de ser uma descoberta pessoal, há um ponto central que está na maioria dos Ikigais que é a capacidade de fluir com a experiência. Mas como assim fluir? É quando você está executando seu Ikigai e você chega a perder a noção de tempo. Isto é, há uma imersão na experiência num ponto onde não mais ocorrem distrações com o redor como se o ego se diluísse na tarefa que está sendo realizada. Esse "estado de fluir" acaba se tornando parte do processo que torna a vivência ótima e agradável. Saber fluir com projetos e objetivos torna tudo mais especial.

Mas o Ikigai é algo complexo? Não necessariamente. Se engana quem pensa que ser famoso, rico ou ter um corpo escultural é um tipo de Ikigai. Nada disso. Na maioria das pessoas o Ikigai é algo mais modesto e realizável que não vai trazer grandes frustrações por visar algo grande demais ou com esse tipo de visão ocidental de sucesso. Um Ikigai pode ser, por exemplo, desde cuidar de uma horta, cozinhar ou mesmo processos de escrita ou algo artístico, fora milhares de outras possibilidades. Quando algo flui e você não deseja se "aposentar" dessa atividade provavelmente está começando a entender esse conceito.

Para quem se interessar no assunto, há esses dois livros indicados que podem ajudá-lo a identificar e vivenciar seu próprio Ikigai.

ikigai livros3.jpg

É possível alguém se aposentar de verdade quando é apaixonado pelo que faz?


Alexandre Pereira

Escritor, acadêmico de Comunicação Social, Educador Físico, Youtuber, Blogueiro e Pesquisador da Consciência. Penso que a Ciência é o caminho menos pior que irá nos levar as estrelas ao invés da destruição. Também vejo que o autoconhecimento é o caminho que nos levará a iluminação ao invés da autodestruição. Mais matérias e informações em: www.dimensaomental.com.br.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @obvious, @obvioushp //Alexandre Pereira