jefferson figueiredo

Mas se tem algo pior do que estar vazio, é estar preenchido só até a metade.

Jefferson Figueiredo

Cansado do monótomo, o deferente me atrai, a ideia é ser cada vez mais original. Carrego comigo tudo que me faz feliz!

-Amiga ele só quer te comer! -Tomara amiga.

Conhecer aquela pessoa incrível na balada, na festinha de um amigo, na fila da padaria ou em qualquer outro lugar; você gostou dela e ela gostou de você, você gostou do batom vermelho e do cheiro do seu perfume doce e convidativo, o sorriso debochado no canto da boca ao se verem e aquele ‘oi’ malicioso, enfim, o sorriso debochado deixou claro para ambos que eles queriam a mesma coisa: Fumar um cigarro na varanda pelados depois de horas de prazer sem compromisso, e no final, beijo tchau.


boca-prazer-orgasmo-múltiplo.jpg

Os olhos de malicia de ambos, onde ela percebeu no sorriso dele que ele queria definitivamente arrancar o sutiã dela no final da noite, sem ter que pedir seu e-mail, seu telefone (Whatsapp), conhecer sua mãe, saber seu prato preferido e muito menos ter que te levar para jantar no japonês. Ambos desejavam apenas uma noite incrível, sem ter que se preocupar em dar bom dia, pois o visitante iria sair de fininho enquanto o anfitrião adormecia.

No fundo, no fundo – no auge da safadeza genuína – pouco te interessa se ele vai te ligar no dia seguinte; não te interessa se ele ronca, porque você vai sair de fininho quão logo estiver saciada. Vai fechar a porta devagar e pegar o primeiro táxi, sem deixar nenhum bilhete na geladeira – porque pra você foi suficiente. O agora valeu a pena e não precisa ter depois.

E quando você está quase absolutamente convencida do seu direito – pensando bem, não é um direito, é uma vontade mesmo – de querer só sexo casual, a sua amiga politicamente correta e entediante até a alma, fala no seu ouvido (se você estivesse numa balada a musica contagiante e alta poderia ate te salvar de ouvir aquela burrice): “cai fora, ele só quer te comer amiga”!

Ele só quer te comer. Como se estivesse vestida com uma micro calcinha, recém comprada, e mine saia, como se estivesse tomado umas boas doses de tequila para procurar um casamento, um cara que tivesse um bom emprego e uma mãe menos chata que as sogras que você já teve. Um cara que bebesse pouco, que quisesse ter filhos, que não roncasse e também quisesse uma lua de mel em Paris - porque qual mulher não quer uma lua de mel em Paris? – ah, é, você não quer. Você só quer transar – e qual é o problema nisso?

Então, com essa tão sonhada e, pouco a pouco conquistada liberdade sexual, deveria vir com um manual de instruções de como se livrar da hipocrisia (e como ensinar isso aos nossos amigos e amigas certinhos, e de certo modo ingênuos). Pra que todos, principalmente as mulheres, compreendam que não há nenhum desvio de caráter em um homem ou mulher que só quer sexo casual. E isso quer dizer que não há nada de errado no fato de ele ou ela só querer te “comer”, desde que isso fique claro para você – é como um ‘li e aceito os termos de uso!’ – ninguém engana ninguém, e todo mundo se diverte.

Então, você entendeu que não há nada de errado em fazer sexo causal, a mulher não se torna nenhuma biscate e o homem nenhum cafajeste por gostar ou querer sexo casual, alem de tudo isso não significa que você não merece alguém que te de mais do que sexo casual: pode significar – e significa, muitas vezes, - que você simplesmente não quer alguém que te de mais do que sexo. E então, depois de jogar toda a sua hipocrisia na primeira lixeira publica, encha o peito para responder, aos seus amigos politicamente caretas: - ele só quer te comer! – tomara amiga.


Jefferson Figueiredo

Cansado do monótomo, o deferente me atrai, a ideia é ser cada vez mais original. Carrego comigo tudo que me faz feliz!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Jefferson Figueiredo