Jezz Chimera

Entre voz, palavra, imagem e som. Excêntricas raízes: Tragédia, romance, drama, comédia. Eis sua trama.

Fragmentos de uma mulher

Quando os desastres são abraçados sem nenhuma vontade própria esse olhar é certeiro, inevitável.


DSCN7729 2.jpg Foto: Jezz Chimera

Eu vi a lágrima escorrer. De um olhar voltado ao nada e a tudo. Eu vi a lágrima escorrendo. No rosto pálido com expressão de vida já muito vivida era nítido o desgosto pelo qual essa mesma vida lhe proporcionava. Quando os desastres são abraçados sem nenhuma vontade própria esse olhar é certeiro, inevitável. Caem aos braços como que estivessem numa camisa de força, os apanham e mantém preso. Sem liberdade, pura imposição. Para o nada e para o todo. Segue-se. Mulher humilde de grandes olhos azuis. Filha, irmã, prima, esposa, mãe. Sou você e você me é. Sua lágrima escorreu pelo meu rosto, saiu de meus olhos. Agora seu peso é meu. Suas rugas são minhas. Também toda sua experiência de vida. Toda alegria, raiva, tristeza. Todo rancor e todo amor. Todos os anos de vida e de morte passam por mim a partir dessa lágrima que lhe escapou. A infância, a família, os amigos e os não tão amigos. Os escudos e as armas que lhe defenderam uma vida se transportam sem esforço ao meu ser, me transformam em algo digno de qualquer um, de todos. Do ventre que já morei cá estou. Sendo seu ser junto ao meu. Sendo pedacinho de ventre mais uma vez


Jezz Chimera

Entre voz, palavra, imagem e som. Excêntricas raízes: Tragédia, romance, drama, comédia. Eis sua trama..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// //Jezz Chimera