Joanderson Oliveira

Paraibano, escritor e assumidamente apaixonado pela magia das palavras, que tanto nos curam quantos nos ferem, tudo depende da forma como são usadas. Acredita em amores leves e que deixam a vida mais gostosa, do contrário nem precisa chegar.

Saindo da zona de conforto


tumblr_kyqcb3K8jL1qb0w4uo1_500.jpg

Alguém já disse que de todas as preces, agradecer ainda vai continuar sendo a mais bonita, e depois que te conheci compreendi o real significado dessa afirmação. E como sou grato pelas risadas que demos juntos, dos momentos de compreensão silenciosa, onde muitas vezes não havia espaços para palavras, mas seu abraço cabia tão bem em mim, e eu me encaixava perfeitamente nele.

Assim como uma tempestade (mesmo sendo forte e intensa) passa e vai embora, você veio, mudou todas as coisas de lugar, desfez as certezas que eu acreditava ter, me mostrou o outro lado do amor e foi embora, eu como um menino ingênuo achava que amor era um mar de certezas, compreensão, carinho, e todas essas coisas boas que desejamos, (e embora o amor seja tudo isso, ele está longe de ser apenas isso) aprendi com você que amar alguém pode ser devastador, algo assim marca sua vida, e só quem um dia já amou dessa maneira entende o que eu falo.

De repente minha bagunça não era mais como eu a conhecia, estava tudo em lugares estranhos, e eu comecei a caminhar entre o que antes era tão familiar como se os meus olhos estivessem vendados, e quando dei por mim, esbarrei em mim mesmo, nas minhas convicções e do outro lado estava você, com aquele sorriso que não sei descrever, mas que me deixava fora de órbita, e nesse momento você me dava a mão e me guiava por outro caminho.

Com você eu aprendi que a gente pode traçar outras rotas, a vida não precisa (e de fato não é) ser "certinha", linear. Você me tirou da minha zona de conforto, me mostrou seus demônios, seus monstros, e me ajudou a descobrir onde eu havia ocultado os meus. Você me mostrou seus medos, seus defeitos tão singulares, olhou nos meus olhos e disse: "você só poderá realmente dizer que me ama quando me conhecer pelo avesso, até lá o "eu te amo" não vai ter significado, não passando de uma frase clichê, e você merece amar de verdade, e quanto a mim, eu não aceito um eu te amo que soe apenas como frase de efeito".

Você era meu desafio, sempre inconstante, não vivia cercado de certezas, mas estava longe de caminhar cercado de dúvidas. Com você eu aprendi a amar, e achei tão injusto quando você foi embora e apenas me disse para não esquecer o que de fato é amar alguém.

Aprendi a ser inteiro, a não querer metades, a não desejar um complemento, a entender que é possível ser feliz mesmo estando sozinho, que o amor começa primeiro em nós e que ele precisa ser cultivado.

Você foi embora, depois de tudo, você foi embora depois do amor. Sofri alguns minutos quando você partiu, depois parei de chorar e sorri, você estava me ensinando o que era ter o coração despedaçado por alguém. Como um professor cuidadoso você nunca esquecia nem um detalhe, então parei de chorar e segui te desejando coisas boas. Você me desafiou e com isso fez com que eu me transforma-se, você foi meu casulo e me transformou em borboleta.

Hoje, eu só quero agradecer, por ter me mostrado o que de fato é amar alguém. Espero que você esteja tão feliz quanto você merece, tão feliz como estou agora e tão feliz como serei um dia.


Joanderson Oliveira

Paraibano, escritor e assumidamente apaixonado pela magia das palavras, que tanto nos curam quantos nos ferem, tudo depende da forma como são usadas. Acredita em amores leves e que deixam a vida mais gostosa, do contrário nem precisa chegar..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @obvious //Joanderson Oliveira