kahlos de frida

Sou toda feita de kahlos. Kahlos da vida. Kahlos de Frida.

Carla Borges de Lima

Protesto de todxs nós

Porque feio não é aquilo que foge do "padrão social". Feio é o seu ato prepotente em classificar o que é certo e o que é errado de uma maneira peremptória, reproduzindo diversos preconceitos.


feminista.jpg

Por um mundo onde as pessoas não se metam na minha vida, perguntando o porquê uso maquiagem às oito da manhã. Por um mundo onde não queiram manipular o meu corpo (MEEEU corpo) criticando os desenhos que tatuo sobre ele, defendendo a ideia barroca de que o corpo é sagrado (o que é paradoxal, pois vivemos num país com um alto índice de cirurgias plásticas e outras mudanças estéticas). Por um mundo onde as pessoas parem de falar sobre a roupa alheia.

Por um mundo onde a mulher possa sim, ter o cabelo curto/ou raspado sem ser criticada de forma pejorativa. Por um mundo onde haja mais sororidade (e com isto, menos mulheres machistas e menos pragmatismos de que somos inimigas), que haja mais respeito; e que não sejamos mais culpadas pelos estupros/assédios de quaisquer tipos que ocorrem com todas nós (é impossível existir uma mulher se quer que não tenha sofrido algum tipo de assédio (seja aquela "inocente piadinha" de rua, ou um toque não permitido sobre nosso corpo).

Por um mundo onde não existam mais mulatas gostosas, mas sim, negras orgulhosas. Por um mundo onde PESSOAS Transgênero sejam respeitadas da mesma forma como as pessoas Cis (independente de opiniões e achismos, o respeito deveria ser constitucional). Por um mundo onde nós, mulheres, tenhamos não mais voz, porém, a mesma voz dos homens. Afinal, quem nunca precisou de uma mulher? Tenha sido para educar, amar, ensinar, alimentar você. Por um mundo onde as pessoas percam menos tempo reprimindo o próximo (e assim, limitando o mundo ao seu tradicionalismo moralista). Por um mundo onde as pessoas abram mais livros e, consequentemente, suas mentes também.

Porque feio não é aquilo que foge do "padrão social". Feio é o seu ato prepotente em classificar o que é certo e o que é errado de uma maneira peremptória, reproduzindo diversos preconceitos. Feio é você ser o único animal privilegiado com a arte da comunicação completa e, ainda assim, não conseguir se comunicar/se portar como um ser evoluído, um ser contemporâneo e não primitivo.

"Une femme est une femme. Je ne suis pas infâme. Je suis UNE FEMME!" (Anna Karina em "Une femme est une femme", de Jean-Luc Godard)


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 5/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Carla Borges de Lima