lilian lima

Universo literário

Lilian Lima

Graduada em Comunicação Social (Rádio e Televisão). Paulistana; gosta de dias nublados, leituras densas, música, cinema, gastronomia, e escrever.

Literatura: o 'religare' do homem com o homem

Não é necessário falar para um leitor da importância da Literatura. Ele sabe por experiência própria. Mas há quem não seja leitor e por variados motivos. Talvez um destes motivos seja equivocado e é quando acha-se que Literatura é dispensável por ser 'apenas ficção'. E então fica a pergunta: Literatura é uma fuga da realidade? Não é bem assim. Literatura é coisa séria.


book-1276778_1920.jpg

Não é somente de quem não aprecia Literatura esta ideia. Até mesmo alguns leitores afirmam que gostam de ler, pois para além do prazer e o aspecto cultural, encontram na ficção um mundo à parte onde refugiar-se. Daí a conclusão que se faz parecer óbvia, é que ler ficção seria uma espécie de fuga da realidade.

Mas seria mesmo? Talvez não seja bem assim e o leitor usaria da Literatura como uma maneira de reinserir-se no mundo do qual ele pensa fugir. Sim, pois o ser humano parece ser inclinado a querer por ordem no caos e uma das maneiras pelas quais ele tenta fazer isto, é através da arte.

E é aqui neste ponto que se pode ousar dizer que a Literatura, dentre todas as expressões artísticas do homem, seria a que mais oferece esta possibilidade. Isto porque a leitura é uma das habilidades mais importantes e fundamentais para o desenvolvimento humano.

Com isto, alguém pode dizer que livros de História então bastariam. Porém, devemos lembrar que a História é um registro da realidade. Esta mesma realidade que o homem quer reorganizar mas, lhe é impossível. Impossível pois a humanidade não consegue mudar seu passado mas somente o futuro. E quando o leitor adentra no mundo da ficção, ele buscaria entender e reorganizar o seu próprio mundo; pois o faz através da sensibilidade do escritor ou do poeta. Pois a realidade joga o homem em um cárcere mas a imaginação o liberta. Nisto caímos em ilusão? De forma alguma. Já dizia Albert Einstein: ''A imaginação é mais importante que o conhecimento''.

Literatura nos faz mergulhar mais profundamente no pensamento; no ruminar das questões, pois a sensibilidade artística do escritor interligada com a imaginação e sensibilidade do leitor, calam mais alto do que qualquer outra coisa que se possa ver e/ou ouvir. Ainda que esta outra coisa seja a própria realidade. Nua e crua. Basta percebermos como a sociedade tem cada vez mais se acostumado a ver a barbárie por uma tela de televisão ou computador, por exemplo. Passado o primeiro impacto e revolta, estas imagens nada ou pouco produzirão a não ser, o hábito. Isto porque o contato diário com a realidade endurece o homem. Daí o papel da arte e no caso aqui, da Literatura, como uma das formas de elevar o homem. Papel importante para além de qualquer outro: religar a consciência sensível do homem, anuviada pela realidade. À fim de que o homem coloque ordem nem que seja no próprio caos. E este homem tanto pode ser o leitor, quanto o próprio escritor.


Lilian Lima

Graduada em Comunicação Social (Rádio e Televisão). Paulistana; gosta de dias nublados, leituras densas, música, cinema, gastronomia, e escrever..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @obvious, @obvioushp //Lilian Lima