lívia mendes

Alimentando a alma, aquecendo o coração e instigando o pensamento

Lívia Mendes

Arquiteta e urbanista que se apaixonou por observar e registrar as pessoas, a natureza e o construído em convívio. Nas esquinas dos encontros, nos sorrisos espontâneos, na simplicidade do florescer...um ser em descoberta constante.

Matemática humana

Em tudo que temos acesso, há um valor agregado. Coisas têm o seu valor financeiro, enquanto as pessoas apresentam suas qualidades inerentes ao seu caráter. Para que haja qualidade bastam atos e palavras de sinceridade. O valor das pessoas...


matematica.jpg

Quando todos éramos pequenos e descobridores de um mundo inteiro (basicamente composto por nossa casa e pelos indivíduos que nela residiam), sempre nos deixávamos levar pela quantidade. Muitas moedas eram melhores do que algumas poucas; amigos que não cabiam nos dedos tornavam-nos populares; embrulhos gigantescos demonstravam que determinada pessoa gostava mais de nós...

Alguns faziam uso deste artifício para tentarem nos satisfazerem enquanto nossos pais procuravam deixar claro o significado de uma palavra (em falta no mercado) denominada “qualidade”. De nada adiantavam muitas moedas de pouco valor, ou colegas que não eram sinceros, ou mesmo de presentes monstruosos que não podiam ser carregados por toda a vida.

No começo, sentido não faziam aqueles dizeres e o pensamento “acho que estão querendo me enganar” era inevitável. Com o decorrer de anos, aprendemos o valor de tudo que nos circunda e a força das sábias palavras de quem realmente quer nos ajudar a trilhar uma história.

Crescemos e carregamos essas palavras com o ser que somos. Por vezes, angustiados ficamos quando percebemos que podemos estar sozinhos, trilhando um percurso diferente das pessoas com as quais nos comparamos. Entristecemos nosso coração e brigamos com o espelho. Por que você é tão estranho? Por que você não apresenta os índices de popularidade nas alturas?

Aquela gaveta invisível onde guardamos os melhores ensinamentos é aberta inconscientemente e, em flashback, assistimos ao vídeo antigo, ainda em escala de cinza, os verdadeiros amigos, mascarados de família, apresentando-nos a realidade. Uma realidade oculta até, com uma mensagem de inspiração. Poucos são aqueles que nos querem bem, mas não há importância nos números. Eles valem por muitas pessoas que apenas estão junto quando é oportuno.

A matemática da vida não valoriza os números. Nela a quantidade dos tratores não altera a construção de um viaduto resistente.

De poucas palavras, os melhores aprendizados. Dos verdadeiros amigos, os sinceros conselhos. De toda uma vida, a essência traduzida em simplicidade.


Lívia Mendes

Arquiteta e urbanista que se apaixonou por observar e registrar as pessoas, a natureza e o construído em convívio. Nas esquinas dos encontros, nos sorrisos espontâneos, na simplicidade do florescer...um ser em descoberta constante..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Lívia Mendes