VICTÓRIA AMPESSAN DAMAS

Que a intenção deste texto seja alcançada: o contato com um novo olhar, o entendimento de outras perspectivas e a vontade inexorável de prosseguir questionando, buscando a sua versão da história

  • IMG_2049.JPG
    Até Um Dia de Fúria

    Pequenos obstáculos, discussões, cobranças... Até tudo resultar em um dia de fúria. Obviamente não precisa ser tão explosivo e explícito. O dia de fúria simboliza o limite, o descontrole, o fim dos sinais de alerta reprimidos, a derrocada. Quando os muros que construímos tentando sobreviver começam a esconder nossa humanidade? Com certeza, hoje é um dia diferente.

  • Waiting-by-the-Swing-jpg
    A ÚLTIMA DANÇA

    Hoje, utilizarei frases curtas. Os pensamentos mais longos, mais complexos passam pela minha mente lembrando o que já pensei, não há tempo suficiente para descrever... Mas as lembranças que passam por um curto espaço de tempo pela minha memória são valiosas, atravessam pelo meu peito como um profundo sopro de vida, um toque para acordar. Estaria eu dormindo? Acho que sempre foi isso que almejei ao viver: ter recordações. Eu queria este momento dentro de mim sem saber.

  • IMG_3760.JPG
    O show da VIDA – liberdade a todo custo

    Até que ponto queremos aparentar a vida perfeita? E tê-la? Quando isso realmente começa a interessar a algum público além de nós mesmos? Até onde o entretenimento pode ser soberano frente à vida? Em que ponto a mentira e a atuação deixam de ser aceitáveis?

  • hush4.jpg
    INDOMÁVEL (e admirável) SONHADORA

    “Indomável Sonhadora” é um filme de 2012, triste, reflexivo... Real. Logo nos perguntamos: qual o lugar mais lindo do mundo? O quão importante é uma pessoa?

  • brockovichhed.jpg
    Erin Brockovich e o que nos move

    Qual a essência do nosso movimento? Entrega, vocação, resiliência... O verdadeiro valor do trabalho e a consciência como um útil e fundamental aliado em nossas ações. O sucesso é consequência do envolvimento, da vontade de mudar.

  • Goldilocks3.jpg
    Você é seu pior inimigo

    Você é a maior das pressões; o mais sórdido dos concorrentes; de todas as palavras negativas que pode ouvir de alguém, seus pensamentos são os piores, os mais venenosos...

  • FullSizeRender.jpg
    COSTUMES (Töre)

    Com guerra e rancor alastrados, a justiça existe? Haveria esperança? Entre a prisão física e a psicológica, o sofrimento não floresce, e sim se infiltra entre as folhas como espinhos. Não são perguntas restritas a um povo, a uma terra, a uma cultura: são questões da e para a humanidade.

  • noites5 6.png
    Mil e Uma Noites negras

    Como suportar os baques do dia a dia? Até onde vai a humanidade? Até quando persistir? Como aprendemos com as desventuras, com a VIDA? O quão perigoso é um jogo e até onde o mais habilidoso sabe que pode perder? Até onde você iria por um filho?

  • eta3.jpg
    Inocência

    Desde a criação do homem, a inocência talvez seja um dom. Uma perspectiva única da vida que as pessoas à nossa volta podem valorizar, mas igualmente destruir, dando à inocência a denotação de defeito, não virtude. E, claro, a dramaturgia não se esquece dessas nuances que se criam.

  • ela6.jpg
    Ela tem uma história

    Ela podia ser sua mãe, sua irmã, sua esposa, sua filha... E ela está machucada.

  • matilda7.JPG
    Matilda

    Desenvolvendo o que ninguém pode tirar de você: a MENTE. Uma obra fantástica escrita por um autor que você deve conhecer muito, só que não sabe. Tudo pela mente, que molda o universo das crianças e a realidade.

  • nelson5.jpg
    Quando ainda nos beijamos no asfalto

    A peça “O Beijo no Asfalto” de Nelson Rodrigues foi escrita há mais de cinco décadas, mesmo assim o ar trágico PERSISTE COM SEU FRESCOR de recém-saído da máquina de escrever. Teriam esta e outras obras não obtido força suficiente para mudar a realidade? QUEREMOS mesmo mudá-la? Podemos viver sem MÁRTIRES?

  • fatmagul3.jpg
    Que culpa tem Fatmagül?

    CRIMES SEXUAIS não são exclusividade de nenhuma classe ou país. Obras como Fatmagül trazem à tona o preconceito, as desculpas dadas pelos agressores, a perda inexorável e irremediável das vítimas, sentimentos como vergonha e CULPA... Todos tiveram suas perdas e a CONSCIÊNCIA destas traz um peso tão grande que quem acompanha o sente igualmente. Em meio às injustiças, desilusões e traumas, vemos uma moça como qualquer outra tentar RECUPERAR SUA VIDA e sua felicidade em meio a um mundo carregado de estigmas, mentiras e desrespeito. Afinal de contas, QUE CULPA TEM FATMAGÜL?

Site Meter