Carlos Henrique dos Santos

Cinema e Educação: caminhos possíveis - parte 3

A relação entre cinema e educação a partir da análise de filmes que podem/devem constar de uma dvdteca escolar. É a partir da função social que ambos, escola e cinema, possuem que o encontro entre os dois se faz necessário.


Notícias de Uma Guerra Particular (João Moreira Salles, Brasil, 1999). images (1)no.jpg (Capa do dvd do filme)

Marco do documentário e do cinema brasileiro como um todo, Notícias de Uma Guerra Particular foi um dos primeiros filmes a se debruçar mais detidamente sobre o problema da criminalidade no Rio de Janeiro ainda na década de 90. Filme simples e direto, extremamente objetivo em sua linguagem, sem muitas invenções ou preocupações técnicas mais elaboradas, sua preocupação maior está no plano das ideias, seu foco é a presença marcante da violência na sociedade carioca. O longa – metragem atinge seu objetivo ao trabalhar com uma construção ampla, na qual todas as partes envolvidas nesse cenário de barbárie e impunidade são mostradas: dos políticos e policiais responsáveis por secretarias de justiça e comandos de batalhões específicos, como o Bope, passando por moradores das comunidades carentes e atingidas diretamente pela violência até os próprios membros do tráfico de drogas e presidiários, tanto adultos quanto jovens, todos são vistos e ouvidos, todos têm direito à voz, o que não é comum numa sociedade que privilegia e valoriza um discurso homogêneo e padronizado das classes mais favorecidas.

Ao propor esse olhar mais amplo o filme nos oferece a oportunidade de refletir de modo mais livre, pois temos mais material para isso. Ao sair do lugar comum de mostrar o rico como vítima do pobre, método tão frequente nos telejornais brasileiros, João Moreira Salles abre uma nova possibilidade de discussão: quais são, realmente, as causas de tanta violência nos grandes centros urbanos? E uma ótima resposta a essa questão é dada, nada mais nada menos, do que pelo secretário de segurança do Rio de Janeiro na época, Hélio Luz, segundo ele é um problema social, de classe, em que a polícia usa dois pesos e duas medidas ao lidar com ricos e pobres. Ótimo para ser usado como fomentador de debates em sala de aula, o longa também oportuniza pensar sobre a importância de se documentar a realidade, de se buscar entendê-la a partir das vozes que a compõem. De uma estética simples mas competente, é possível também refletir no uso que a escolas podem fazer do audiovisual, como sugere Alan Bergala (http://pt.scribd.com/doc/188001927/BERGALA-Alain-A-Hipotese-Cinema#scribd), já que percebemos como não é preciso de verbas altas para se produzir produtos cinematográficos de qualidade. A_HIPOTESECINEMA_1268862611P.jpg (Capa da edição francesa do livro de Alain Bergala)

O que pode servir como estímulo a que os jovens filmem com seus próprios celulares. “Notícias” têm um importante papel social por se debruçar sobre tema tão espinhoso, sua coragem nos remete ao Cinema Novo, que também queria pensar o país e oferecer saídas, propor soluções, criar uma arte como indagação da realidade e proposta de alternativas, a arte como mudança, como reflexão que leva à transformação. Assim como os outros filmes escolhidos para nossa dvdteca Notícias de Uma Guerra Particular têm sua maior qualidade na atuação social que se propõe fazer como objeto artístico e político.


version 1/s/cinema// //Carlos Henrique dos Santos