mensagem da garrafa

Reflete o pensamento e o trabalho do Prof. Edgard Falcão

Edgard Falcão

Engenheiro, executivo, professor, palestrante, pesquisador... Amante de viagens fora de estrada, música raiz e da natureza.

O mundo de Nikola Tesla

Poucos de nós ouvimos falar do sérvio Nikola Tesla, um engenheiro, inventor brilhante, mas talvez uma das figuras mais controvertidas de nossa história recente. Sem ele o mundo de hoje seria diferente, talvez ainda tivéssemos resquícios de uso da energia elétrica deficiente, talvez não pudéssemos esquentar nossa comida no micro-ondas, talvez ainda estivéssemos engatinhando na utilização de ondas pelo espaço, talvez ainda realizássemos cortes de aço, cirurgias com ferramentas mecânicas...


Nikola Tesla.jpg

Entre os anos de 1856 e 1943 viveu um homem cujo nome era Nikola Tesla, de etnia sérvia, que nasceu na Croácia e morreu cidadão estadunidense em Nova York. Foi engenheiro, inventor genial, escritor e um louco casado com uma pomba.

Em sua última entrevista teria dito, “Venho alimentando os pombos, milhares deles, há anos, mas havia um pombo, um pássaro bonito, branco puro com detalhes cinza claro em suas asas. Aquele era diferente.... Quando aquele pombo morreu, algo saiu de minha vida...”

Estava pobre e conversando com pombos.

Um dia foi ele, com seu incansável trabalho, seu absoluto desapego por títulos e coisas materiais, o responsável por existir uma boa parte das coisas que usufruímos nos dias de hoje. Ousou enfrentar o então poderoso Thomas Edison, o propalado inventor da lâmpada incandescente que, aliás, é uma meia verdade, porque ele a fez para ser utilizada em corrente contínua. A verdadeira lâmpada que funciona em corrente alternada e que nós utilizamos largamente até muito pouco tempo foi Tesla quem fez pela primeira vez.

Quem conhece Tesla?

O descobridor do princípio da corrente alternada que sem entrar nos detalhes técnicos, abastece 100% do planeta e a corrente contínua, de Thomas Edison, é o que obtemos nas baterias e pilhas. Tesla fez, junto com George Westinghouse, a primeira hidroelétrica do mundo nas cataratas de Niágara, foi precursor do transistor, uma pecinha que permite, por exemplo, que leia esse texto aqui. Estudou e definiu criogenia 50 anos antes de sua descoberta, é considerado o pai da radioastronomia. Guilherme Marconi ficou mundialmente famoso como inventor do rádio, mas na verdade ele pegou uma patente de Tesla de 1896 e a construiu. Tesla teria dito, Marconi é um bom amigo, deixe-o continuar e Marconi ganhou um Nobel.

É creditado a Robert Watson Watt haver inventado um radar em 1935, mas na verdade Tesla apresentou esse projeto em 1917 a Marinha Americana e foi rejeitado pelo então chefe do centro de pesquisas da Marinha, Sr. Thomas Edison, que teria afirmado não ter o radar aplicação prática na guerra.

Há mais invenções: o motor elétrico, o gerador, o raio X, o laser, a robótica, a lâmpada fluorescente, o controle remoto sem fio, entre outras, reconhecidas ou não. Ele imaginou transmitir energia elétrica pelo ar, sem utilizar de fios e o fez, mas com perdas enormes. A tecnologia de hoje já minimiza as perdas, mas não torna ainda viável sua utilização. Queria ele o mundo energizado.

Previu o mundo ligado por um sistema de comunicação global e isso fica claro em seu livro, “Minhas Invenções”: “Reprodução mundial de imagens fotográficas e de todo tipo de desenhos e gravações... transmissão mundial de caracteres, cartas, cheques etc. ... estabelecimento de um sistema mundial de distribuição de música...(p. 85/86) ”

Outro fato a se considerar é a descrição precisa da forma como criava e se trata de um modelo único, impensável para uma pessoa normal, fruto da insana capacidade de Tesla: “Quando tenho uma ideia, começo imediatamente a construí-la em minha imaginação. Mudo a construção, faço melhorias e opero o aparelho em minha mente. É absolutamente irrelevante para mim se testo a minha turbina em pensamento ou na oficina. Noto até se está desequilibrada. Não há nenhuma diferença; os resultados são os mesmos. .... Invariavelmente, a minha invenção funciona como imaginei que faria, e o experimento sai exatamente como eu planejei. Em vinte anos, não houve uma única exceção. ” (p. 14) Foi objeto de sua pesquisa, prevendo o que viria, o estudo sobre maneiras de gerarmos energia renovável, achava, no início do século XX, que estávamos utilizando os recursos da Terra muito rapidamente.

Há histórias que falam sobre invenções de Tesla que foram classificadas como sigilosas pelo governo dos EUA e até hoje é desconhecida do mundo da engenharia. Albert Einstein teria sido, em um momento, perguntado por um jornalista, “como se sente o mais inteligente homem vivo” e ele teria respondido, “isso terão que perguntar ao Tesla”. Nunca se casou, preferiu a castidade. Foi capaz de memorizar livros inteiros. Falava 8 idiomas.

Reconhecidamente um gênio, mas sua vida demonstra que suas virtudes se encerram aí. Homem de pouca modéstia, não soube empreender, não soube administrar o patrimônio de conhecimento que construiu, nunca foi seu forte viver com pessoas apesar de se apresentar muito bem, conviveu com inúmeros litígios, ganhou e perdeu muitos apoios. Tesla trabalhou duro por toda uma vida e sempre acabou ofuscado por outros com características mais políticas que ele. Nunca teve dinheiro para fazer tudo que pretendia fazer. Sofria de TOC, considerava suficiente dormir somente 2 horas por noite, não gostava de joias ou objetos redondos como pérolas, fascinado por bordas afiadas, superfícies planas, era obcecado pelo número três, sempre se utilizando deste ou múltiplos deste.

Há quem considere que foi também um pacifista com opiniões interessantes sobre guerra e paz, ainda em seu livro “Minhas Invenções”:

“A guerra não pode ser evitada até que a causa física de sua ocorrência seja suprimida, e esta, em última análise, é a vasta extensão do planeta em que vivemos. Só com o aniquilamento da distância sob todos os aspectos, como a transmissão de informações, o transporte de passageiros e suprimentos e a transmissão de energia, as condições serão um dia atingidas, garantindo a permanência de relações amigáveis. Aquilo de que mais precisamos hoje é um contato mais próximo e um maior entendimento entre os indivíduos e as comunidades no mundo inteiro... (p. 101) A paz só pode vir como consequência natural da educação universal e da mistura de raças, e ainda estamos longe desta feliz realização... (p. 102) ”

Tesla foi polêmico, quem sabe um esquizofrênico, possuidor de visões que o levaram ao mais alto posto da genialidade e também a figura de um louco que foi casado com uma pomba. Essa contradição enobrece a memória de Nikola Tesla e o retira do mundo que conhecemos.

Nunca houve outro como Tesla.

“Deixem que o futuro diga a verdade e avalie cada um de acordo com o seu trabalho e realizações. O presente pertence a eles, mas o futuro pelo qual eu sempre trabalhei pertence a mim. ” Nikola Tesla.


Edgard Falcão

Engenheiro, executivo, professor, palestrante, pesquisador... Amante de viagens fora de estrada, música raiz e da natureza. .
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/sociedade// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Edgard Falcão