metamorfose jovial

Seja o outro além de você mesmo!

Elinaira Garcia

Da Depressão ao Suicídio

Depressão não é frescura. Ajudar é preciso. Se suicidar, não!


20150801_162940.jpg

Será que conhecemos mesmo aquele que anda conosco? Será que sabemos ou damos a oportunidade de saber o que o outro sente de verdade? Difícil tentar analisar o outro quando ele também não lhe da o devido espaço.

Aos meus pequenos passos nessa vida, conheci pessoas brilhantes, pessoas egoístas, irritantes e pessoas que com certeza eu gostaria de carrega-las no bolso!!

Mas o mais interessante disso tudo, é que as pessoas sempre gostaram de se abrir comigo, ouvir meus conselhos tortos, meus puxões de orelha. O melhor de ter tido tantas delas em minha vida é que eu pude me tornar mais humana, mais humilde, mais atenta.

Ver que problemas não são só aqueles que reclamamos lá de casa, do namorado, dos filhos, dos amigos. Problemas também são aqueles que assombram nossos pensamentos, atormentam nossas mentes e não nos deixam em paz nem na hora do sono.

Tive amigos que juntos descobrimos o porquê dele querer tanto se isolar e como uma falta de informação corrói um sorriso 'colgate'. Os fantasmas da depressão não nos chegam com um aviso de “bem-vindo”, não nos chegam de forma amigável.

Ficar sozinho, muita das vezes, é opcional, permanecer, pode ser um grande estado de alerta. Ver aquele que amamos preferir um quarto escuro a uma saída com amigos, chorar por motivos que nem ele mesmo sabe explicar e cansar de tentar contar àqueles que teimam em dizer que tudo não passa de "frescura", é doído.

Dizer a alguém que tudo vai passar e para “sacudir a poeira e ficar de pé", é fácil. Adentrar no mundo cinza, branco e preto de uma pessoa assim, é triste. Ter acesso ao famoso "cachorro preto" que pesa a cada dia nos ombros de um depressivo, é demais para os auto-astrais.

Eu só acho que é um tema tão complexo que somente quem passa entende o que estou relatando. Ter pessoas "leigas" ao lado de quem permanece assim, não ajuda. Entender que o tratamento é necessário e que não, por favor, entendam, isso é uma doença e com muito cuidado e carinho, alcança-se o devido tratamento eterno ou até a sua cura.

O maior cuidado com alguém depressivo são os aumentos de casos de suicídios no país, estando o Brasil em 8º lugar, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Não quer dizer também que todo depressivo pense em se suicidar. Calma!

Ocorre que, um número grande de pessoas estão se suicidando e colocando fim no tal do "cachorro preto" que eu citei acima (link do vídeo https://www.youtube.com/watch?v=dFKsN9J0hTM). Não é preconceito com os animais, que eu adoro, é só que foi a forma de tentar expressar a angústia sentida por essas pessoas e a forma que ele vai crescendo, arrastando e pesando nas costas de quem o carrega.

Há anos, pessoas eram permanentemente julgadas pelas ações de suicídio, relacionando a casos como "espíritos malignos" ou somente por fraqueza e falta de coragem em enfrentar a vida. Além de serem mastigados como monstros! Um suicida não é visto como um herói. Como alguém que lutou muito pelo câncer, por exemplo. É tão somente alguém que não suportou a pressão da vida e foi egoísta com os que permaneceram.

Ter amor e carinho por aqueles que estão cansados da vida, não é suficiente. Saber entender, apoiar e o mais importante, saber ouvir e saber procurar ajuda junto com a pessoa, é de grande valia. Analisar aqueles que amamos e que passam por isso, nos faz crescer como ser humano, nos faz ser melhor, nos faz salvar vidas. Para aqueles que assim o desejam, busquem, pesquisem, ajudem. Olhem para o lado, há alguém pedindo a sua mão. Levante-o do chão!

"O ser humano só deseja ser ouvido. Abandone o celular e fique frente a frente."


version 1/s/recortes// @obvious //Elinaira Garcia