ministério das letras

Visionário às ocultas

Profeta do Arauto

A inspiração para escrever me vêm sempre que vejo pela claridade de minha razão um querubim corrupto de uma perna, pulando com duas; e invariavelmente desaparece, quando o querubim se transforma num saci com duas, pulando com uma perna. Durante o transe da minha imagem translúcida no espelho, sou um néscio metamórfico e não faço o menor esforço para voltar à realidade dimensional e objetiva nossa, de cada dissabor diário

O Dia Internacional do Rock, é dia de festa; mas também pode ser considerado o Dia da Catarse

Ainda que desordenada, equilibrada ou não, respeite a minha regra. Se vocês são dominados pelas regras matemáticas, por que ignoram meu fluxo de caixa? Adiantada ou atrasada, bem ou mal humorada, minha regra mensal, são minhas dores pedindo, implorando pela libertação depuradora. Consegue compreendê-la; ou é complexa demais para o seu entendimento?


Contextualização: 13 de julho é o dia internacional do Rock and Roll. E o dia da libertação? Para os libertados, aqueles que não se perdem, não sopram palavras ao vento, em contrapartida, externam em olhares e trejeitos os sentimentos da alma; e na nudez, a sensualidade do corpo, qualquer dia é dia. E através do hibridismo entre o estilo e a sensualidade, qualquer dia, é dia da expressão que os enlaçam em liberdade e conquista sexual. As 11 imagens ratificam a tese.

"Traiçoeiramente ativa / Com minha vida consumida

Pelo teu jeito / Pelo teu peito saliente

Eficiente nas horas vivas / E nas horas vagas-pagas"

Oh! mulher infiel - Arnaldo Baptista

Fazendo valer as coisas de meu Brasil, cheias de leis e regras nada cumpridas pelo estilo folgazão do brasileiro, Cássia Eller posa seu lado irreverente, arrojado e debochado de mulher libertada para os fragilizados de atitudes e melindrosos de ideias. Sordidamente, ficaremos mais 500 anos na fila para produzir outro fenômeno, tal qual foi ela. cassia1.jpg

Essa virgenzinha que mira fixamente sua sexualidade no horizonte, é a atração de capa do disco "The Midnight Ghost Train da banda "Buffalo" bufalo.jpg

E o que dizer dessa capa psicodélica da banda "Gorilla". Talvez dizer que todo libertado possui um segredo; uma pérola escondida, todo libertado possui; e converge para o centro de uma mandala. Aliás, o segredo perolado de um libertado caracteriza uma mandala; e dela emana-se amor e ódio. Gorrilla.jpg

As mãos é o simbolismo, a máxima expressão do descobrimento do libertado: toque-se e o frenesi da descoberta, o frisson corpóreo da liberdade é automática. - capa do disco The Sun - banda Somali Yacht Club somaly.jpg

Capa do álbum Black Desert Highway da banda francesa Thermate Themate.jpg

A própria imagem é a apresentação do disco da banda King Weed. No mais, divirta-se... entorpeça a mente e demais órgãos sensoriais com os anéis da fluídica fumaça da paz. king.jpg

"O raciocínio lento / O poço, pensamento / O olho, orifício / O passo, precipício.

Eu quero que esse teto (entenda outra palavra, menos teto) caia / Eu quero que esse afeto saia.

Eu quero que esse teto caia / Eu quero que esse afeto saia.

Em vermelho natural / Com gosto de água e sal,

No rosto e no lençol / Misturando o bem e o mal." - Walter Franco

Decifra o que está escrito, ou o fosso movediço do álbum The spirits is gone da banda Six Sigma te devora. Chupa. Traga. Suga. six sigma.jpg

Mephistofeles - Devotional Doom. Como escritor, não diria; mas para não haver mal entendido, melistofélico é um ser pérfido, imprestável, vil, ignóbil. E em casos extremos, bota para moer impiedosamente. melistofeles.jpg

Banda kynesis - disco Pandora. Para quem é rock, pandora é erupção roliça e pançuda, estourando os lábios e implorando a saída pela boca. pandora.jpg

Texto iniciado com Cássia Eller, é texto atrevido, destemido, despudorado e assinado por ela. cassia2.jpg Cássia andou por cidades grandes, caminhou em muitos interiores, vagou por uma imensidão de lugares estranhos, mas só se encontrou no Rock. Deveras, se não fosse o gênero musical, seu estilo peculiar e único de cantora e violonista não atendia por Cássia Eller.

Bônus do escritor: omot-albuma-trubaca.jpg

O Dia Internacional do Rock, é dia de festa; porque de música sem pulverulência midiática, separada do joio e provida da catarse libertária, é todo minuto, toda hora, todo dia.

P.S.:

As outras definições da capa abaixo ficam sob responsabilidade exclusivamente do leitor. E saibam todos que a imagem é meramente ilustrativa do que...

compõe-se por duas sementes circundando abismo profundo;

irrigadas pelo vermelho natural.

Convite ao bem, ou ao mal.

Rock mel.

Criada para o bico fino de uma beija-flor que se banhará em amargo e denso néctar;

segredo e mistério de una mata virgem;

tonalidade fel. india.jpg

Essa capa foi proibida pela censura militar e após 40 anos de prisão, foi solta à liberdade. Uma obra situada entre a sensualidade indígena, ousadia e irreverência, não pode e nem deve de maneira nenhuma passar ilesa aos olhos do desnacionalizado brasileiro. Por desconhecer a imensidão verde da floresta amazônica e sua imensurável biodiversidade, Disney é o famigerado quintal desse povo.

india1.jpg Contracapa do disco.

Assim que a capa foi liberada em 2015, a cantora postou em sua conta no Instagram que estava feliz pela liberação da imagem: “Para o nosso deleite, incluindo o meu, a capa do disco "Índia" de 1973 está disponível e em breve voltará às prateleiras das lojas de discos em uma reedição especial do álbum"; resumiu Gal; cujo epíteto era Gal tropical.


Profeta do Arauto

A inspiração para escrever me vêm sempre que vejo pela claridade de minha razão um querubim corrupto de uma perna, pulando com duas; e invariavelmente desaparece, quando o querubim se transforma num saci com duas, pulando com uma perna. Durante o transe da minha imagem translúcida no espelho, sou um néscio metamórfico e não faço o menor esforço para voltar à realidade dimensional e objetiva nossa, de cada dissabor diário .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// //Profeta do Arauto