ministério das letras

Visionário às ocultas

Profeta do Arauto

Um Rebelde depressivo, que faz da rebeldia, patrimônio

Reverenciando os heróis!

Humanista é quem tem mãos, razão, coração, olhos, ombro, emoção e espírito humano; pondo-os a serviço de seu semelhante, no momento oportuno!


A Natureza dá início as grandes obras, mas só o trabalho as termina.

Da rebeldia construtiva nasce o gênio. Pessoas comuns, passivas e inexpressivas de atos, pouco ou nada contribui para o todo, pois nascem pobres, banguelas, autênticas, ingênuas, sujando os cueiros, para mais tarde, muitas décadas depois, morrerem megalomaníacas, poderosas, cheias de implantes dentários de porcelana na boca; e como não bastasse, endinheiradas.

Imagen Thumbnail para Imagen Thumbnail para 20190311_185109.jpgFoto pertencente ao autor do textoOlhos estrábicos ou míopes veem coisas diferentes.

Sobre o dinheiro, Dalai Lama têm o seguinte olhar: "O dinheiro só nos traz conforto físico. Os valores materiais por si só não trazem paz interior." Pensando desta maneira, o espiritualista foi verdadeiro ou apenas sofismático?

Singular(idade)

Enquanto a maioria prega a pluralidade universal, singular é quem reconhece os seus ilimitados deveres; e conscientemente, sensatamente, silenciosamente, pensa globalmente, interagindo com o meio e exercitando-os, localmente. Posto a tese, a síntese é que das singularidades dos únicos e singulares, faz-se a pluralidade, dos que dizem ser plurais. Com efeito, plural é ajuntamento de singulares.

Os Agentes da saúde, os Agricultores, os Garis e os Coveiros:

O primeiro é a fonte responsável pelo nascedouro e manutenção da vida; o segundo semeia os grãos, colhem as bagas e frutos, transformando-os em alimentos, garantindo a sobrevivência ao longo da existência, o terceiro é a Ave de rapina que limpa e recolhe a imundície das sobras e restos, o quarto é o último na escala social; porém, inegavelmente, todos os quatro são os primeiros e únicos em essencialidade humana, trabalhando com fé, coragem e amor para os humanos.

Fora o professor, (menção honrosa para Hildalice e Elza, dentre outros que fazem parte, não só de meu histórico escolar, mas de minha formação moral / cidadã) que quando esquece a remuneração da classe e tem por meta e dom formar e qualificar cidadãos para a sociedade, é ouro achado; e por sê-lo, está cada vez mais raro de se encontrar, o resto compõe a massa bruta sujadora de águas.

Novamente recorro a Dalai Lama, para um melhor esclarecimento sobre a humanidade; a qual disse abertamente: "O que mais me surpreende na humanidade, são os "homens". Porque perdem a saúde para juntar dinheiro. Depois perdem dinheiro para recuperar a saúde." Perfeita colocação.

A palavra ensina;

O trabalho enobrece,

Porém, só as atitudes mudam o rumo da história.

E aos que deveras são pilares sustentáveis sociais, o meu respeito, carinho, admiração e acima de tudo, gratidão pelo trabalho árduo de risco e inglório por natureza, principalmente em épocas de pandemia. É na dor contida no sofrimento do toque de recolher imposto pelo "fique em casa, isolem-se, respeitem o distanciamento", que os insensíveis de coração desprendem-se da arrogância petulante, para repensar as suas individualidades perante o que é, ou deveria ser ação coletiva; e quem sabe ao reaproximarem-se um do outro, consigam enxergar os anônimos sem nenhuma visibilidade, cujo atributo maior as são ações em vez de reuniões?

Para esses seres de pouca relevância e o Rei sem nenhum caráter, o qual o Bobo da Corte fazia-o rolar no chão de tanto rir, magistralmente, disse: "Tu não devias ter ficado velho, antes de ter ficado sábio.” Deveras, envelhecem e morrem sem a mente pensar e refletir sobre quão importante é a razoabilidade operacional das mãos; menos ainda, saber os porquês elas fazem parte do corpo. Em contrapartida, para os Senhores que vestem e investem em vidas, sorrisos e lágrimas nas faces, importam; e como importam!

Que o brilho da Luz Divina e a Paz Celestial desçam sobre os Senhores, dando-lhes paciência e discernimento à tomada de decisões, tanto quanto ilumine-os, imunizando-os contra quaisquer doenças e infeções; pois, humildemente, sóis essenciais e necessários, hoje e sempre!

Sempre de cabeças erguidas e conscientes que fizeram o melhor, deram o máximo no que era possível fazer, saúde e vida longa, bravos e destemidos heróis. Sabeis todos vocês, que a solidariedade e a generosidade principiam o amor ágape, motivo de o espirita Chico Xavier alertar os seus seguidores de Doutrina: "estão teorizando muito e praticando pouco; ou nada. Sabemos pela Doutrina, que sem caridade, não há salvação". Deveras, pois para ser um humanista amoroso, não é preciso saber teorias humanas.

"Carregar e sepultar cadáveres sempre foi um ato para os estratos mais baixos da sociedade. Para os escravos; para os índios." - palavras do filósofo, professor; e por bater pá, enxada e picareta humildemente, serenamente para dar fim à vida, essencialíssimo coveiro, Fininho. Parabéns por trabalhar com esmero e afinco!

Profeta do Arauto: o coveiro desenterrador de palavras alentadoras; quando não, alertadoras.


Profeta do Arauto

Um Rebelde depressivo, que faz da rebeldia, patrimônio.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Profeta do Arauto