mundo incessante

Por um mundo mais criativo e livre para amar.

Lena Casas Novas

Se chegar mais perto...
você pode ficar incessante!

Retratos da vida

Por um mundo onde possamos retratar sentimentos que não sejam consumidos pelo cotidiano, em que as pessoas vivem sem tempo para nada. Enquanto se busca o ângulo perfeito do próprio umbigo, os olhos deixam de apreciar a vida e toda sua plenitude em high definition. Não permita que a felicidade passe em flashes. Abra as janelas da alma: a melhor fotografia é aquela que os olhos tiram e não revelam.


— Olha o passarinho!

— Diga xis!

Quem nunca?!

A Fotografia transformou o jeito de ver o mundo, através do olhar atento de quem registra momentos além do óbvio. Ela está intimamente ligada a várias linguagens da arte: arquitetura; escultura; pintura; escrita; dança; cinema — imagens construídas por sentimentos que o cotidiano não consome, ainda mais quando damos foco em nossos projetos, sempre encontramos a direção certa!

que os olhos tiram.jpg Fotografia: André Luis Soares

Atualmente, há uma democratização da Fotografia devido ao desenvolvimento da tecnologia digital. O mercado disponibiliza desde equipamentos simples aos mais sofisticados, de acordo com a necessidade dos usuários. Contudo, a integração da informática, entre a internet e a telefonia móvel, possibilitou a qualquer indivíduo produzir fotos e publicá-las instantaneamente para o grande público, através das redes sociais, não se limitando mais a álbuns que ficavam dentro de gavetas — lembrados somente em festas de fim de ano ou nas reuniões de família.

Em tempo de selfies, autopromoção e exposições de intimidades pelo desejo de popularidade, falta sensibilidade para fotografar lugares, coisas e pessoas sem auxílio de um dispositivo. Eu quero dizer que, enquanto se busca o ângulo perfeito do próprio umbigo, os olhos deixam de apreciar a vida e toda sua plenitude em high definition por onde passamos. Isso é o retrato de uma sociedade imediatista e superficial, que vive no ‘modo automático’.

Como dizia Nietsche: “Temos a arte para não morrer da verdade”. Salvem os fotógrafos! Seres apaixonados por sorrisos, mesmo em cenários de tragédias. Vivem numa busca incessante por alvos para dispararem cores em quem leva a vida em preto branco; beleza quando o espelho insiste em escondê-la; impressões do imaginário que não capturamos a olho nu.

10301929_578841342247157_5642657873095697434_n.jpg

Fotografia: André Luis Soares

Quando vejo minhas fotos antigas, percebo que tive o poder de parar o tempo várias vezes. Justamente para não esquecer quem sou e por onde andei —, por altos e baixos; em linha reta; por curvas perigosas. No mundo onde não temos mais tempo para nada, não permita que a felicidade passe em flashes. Abra as janelas da alma: a melhor fotografia é aquela que os olhos tiram e não revelam.


Lena Casas Novas

Se chegar mais perto... você pode ficar incessante!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Lena Casas Novas