nuvem

Um espaço de provocações e tempestades

Rod Silva

Paulista, jornalista, músico e entusiasta da fusão da arte, comunicação e educação como resistência em favor da vida.

  • rock.jpg
    A insistência em matar a música

    Muitos antigos, por assim dizer, acham que determinados ritmos musicais morreram junto com a decadência mercadológica de determinadas mídias. A frase é dita repetidas vezes por saudosistas "o rock morreu", já que as formas de consumo de musica mudaram e muita gente, simplesmente, não se adaptou ou não se dispôs.

  • Capturar.PNG
    O Pequeno Príncipe, Hannibal Lecter e a Raposa

    A vida vai ensinando que, por vezes, belas e pequenas sutilezas engendram em si travas e correntes para no aprisionar - nos cativar. Um olhar holístico para a história dO Pequeno Príncipe pode trazer à tona algumas verdades inconvenientemente assustadoras e, quem sabe, liberadoras.

  • texting someone else.jpg
    O dia seguinte

    O dia seguinte ao encontro que te fez ir, ver, pensar e imaginar a vida muito além de você mesmo, pode ser um grande campo de batalha.

  • Rango.jpg
    O Grande Amigo

    Certa vez me convidou para almoçar na sua casa. Disse que ia me preparar uma iguaria, mas que eu precisava chegar cedo na casa dele pois ia ajudar no processo. Nem pestanejei. Ele tinha uma filha linda, um ano mais nova que eu, da qual eu vivia enchendo o saco chamando-o de sogro. As 9:00 da manhã no domingo eu estava batendo na porta de madeirite da sua casa.

  • BW-Sunset-960x720.jpg
    As boas tardes

    O tempo nos consome, estando nós prestando atenção ou não. Será que é tarde demais? Será que é tarde de menos? Como são as suas tardes?

  • depresión_adolescentes.jpg
    Quando Acertar é Desastroso. A prática para além da masturbação do conhecimento

    Não pode haver evolução na resolução de problemas se não houver a liberdade de conhecer o incrível mundo do que não é, dos maus julgamentos e da prática ante a falta de experiência.

  • renato.jpg
    Escuridão já vi pior

    A desesperança permeia todo o trabalho de Renato Russo e a Legião Urbana, paradoxalmente, criando obras primas da esperança. Talvez, para garantir uma gama de músicas para cantar nas noites mais escuras, até o sol raiar novamente.

  • Fahrenheit-451-300-PI.jpg
    Crônica da periferia: Paulo Coelho, a Polícia e o Bug do Milênio

    O fim e o começo de uma era - a virada do milênio - desencadeou eventos que repercutem até hoje. Dizem que o bug não aconteceu. Será mesmo?

  • Time-Management11.jpg
    O tempo não espera nem o amor

    Dizem que o tempo tem poder de curar feridas. Falácia. Ele não cura nada. Na verdade, só encurta os espaços e nos dá a sensação de urgência do que é importante ou não carregar e/ou deixar. Com o tempo não se brinca. Nem o amor pausa os ponteiros do relógio.

  • SILENCIO.jpg
    Choram as Mães. Rosnam os Imbecis

    Uma sociedade em rede ligada pelo cinismo. A sociedade do espetáculo em cima do picadeiro. Discursos inflamados tentando perfumar o mau cheiro da alma. Um convite a empatia e esperança.

  • 00.jpg
    Divagações sobre a saudade, a linguagem e a música

    A intraduzível palavra saudade e a abertura de fronteiras que ela carrega consigo. Uma pequena divagação a respeito dessa palavra plena em português mas que muitas vezes passa despercebida no nosso meio.

  • e.jpg
    Um olhar para o cinema iraniano e a representação da mulher

    Para os amantes da sétima arte, não há como passar despercebido ao cinema iraniano. Ainda sim, com uma linguagem extremamente sensível, poética e artística, muitas vezes para burlar a censura, parece restrito a pequenos círculos de apreciação. Aqui trazemos um recorte de uma das temáticas que mais fascinam e provocam curiosidades e preconceitos. A mulher islâmica. A mulher iraniana. Pela complexidade e contexto é, obviamente, um assunto que não se esgota. Mas trago aqui um ponto inicial de observação.

  • 2.jpg
    A Espiral da Falta: Uma Odisséia ao Bloqueio Criativo

    Há aqueles que não acreditam em bloqueio criativo. Uns oferecem fórmulas ou, simplesmente, o sarcasmo quando se deparam com alguém passando por esse processo. Mas a ironia se dá justamente quando, quem esta no olho do furacão, não tem palavras, desenhos, teatro, música ou o que for para descrever a turba. Esse artigo se pretende um pequeno oásis nesse caminho. Um lugar de empatia e encontro. Até o desabrochar de sua próxima obra.

  • Kraftwerk.jpg
    Kraftwerk: Os Pais da Música Moderna

    Considerado "os Beatles da música moderna", menos pela sonoridade e mais pela ruptura e influência que ainda exerce sobre a música ao redor do mundo, o Kraftwerk continua sendo um misterioso grupo mítico da cultura pop e, por que não dizer, místico? Com uma musicalidade proposta para quebrar paradigmas, performances icônicas e cada vez mais longe da grande mídia, quase 50 anos depois, ainda traz fascínio, curiosidade e arrebanha novas gerações.