o cabôco

Escrever é desenhar com letras.

Gabriel Maués

Como Vinícius de Moraes, nunca ando sozinho, apenas em boa companhia: violão, a saudade e a poesia.

gabrielmaues

Gabriel Maués

Nasci no interior do Pará, mas atualmente estudo Música no Rio de Janeiro. Comecei a escrever amadoramente aos quinze, e persisto no amadorismo até hoje. Acho que escrever alivia as dores e ajuda a acalmar nossos demônios. Meu único companheiro que está acima do caderno e da caneta é meu violão, que é o único que resta nos momentos de solidão. Adentrei há pouco no mundo da capoeira, e não pretendo deixá-lo antes de deixar também este plano.

Adoro escrever cartas, mesmo possuindo email. Obviamente que não possuo tantos correspondentes, mas isso não tira a magia da coisa. Receber algo escrito, com rasuras e caligrafia péssima (o caso da minha) deixa tudo com um ar de sinceridade e leveza.

Espero expulsar mais demônios e conhecer novos horizontes neste projeto. No mais, vamos em frente sempre.

Últimos artigos publicados