o infinito é logo ali...

Escrever é como sonhar desperta...

Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade...
Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa.
Acompanhem-me em minha página:
(https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/)

Alma perfumada...

Alma bela, alma encantada, palco de esplendores sempre verdadeiros...
Ela era assim...


origin_beautiful-fantasy-61.jpg

Sorri, porque tudo neste universo lhe pertence. Dança com a graça que a criança exibe, na inocência que a faz única.

Era assim que ela sorria, quando beijada em suas maçãs, agradecia a Deus pelo presente que recebera. Eram frutos de seu amor, seus filhos. Estes eram quem sempre fez-se, ao estar próximo de seus afetos, verdadeiras alegrias em todo o seu doce sentir.

Seus muitos sonhos, causariam ao mundo, a impressão de que para ela, nada ali era impossível de se acreditar. Suas verdades, eram medidas por reflexões verdadeiras, transparecendo n'alma, seus transbordantes sentimentos, e estes eram latentes e íntegros, na natureza única que a personificou mulher, sendo sempre feliz com a própria sorte.

Seu casamento continha em si, a graça dos estreitares de uma relação próspera que um dia, em sua meninice, havia sorrateiramente desejado para si mesma. As respostas que ela fornecia à vida, eram reflexos de pensamentos cálidos e transbordantes de emoções e de paixões inebriantes, porém dotadas de muita sensatez.

A vida para ela, era vista sempre com olhos cheios da magia, que acalentava em seu coração desmedidamente. Seus alicerces eram vívidos como raios de sol, inebriantes como as conquistas mais almejadas. Conhece você alguém assim?

Um alguém que no estreitar das relações, faz-se sempre presente e sagaz, perfazendo o seu rodear, de sentimentos lúcidos e verdadeiros? Eram estes, os frutos que recolheu de seu carinho, alimentados pela doçura que ela sempre direcionou a todos ao seu entorno.

Alma serena tinha ela, alma de perfume ímpar, que nada retirava do mundo, que sentia ser seu divino e descompromissado dever, acrescentar ao universo, as energias benfazejas que o cuidadoso aspirar-se, acalentava e desejava-se trazer para junto de si, pessoas como ela era.

Ela nos traria, cuidadosamente e calorosamente, vertentes únicas e virtuosas. Sabemos bem, que conhecer alguém assim, é algo que raramente, ao longo de nossa existência, cruzamos com exatidão. Conhecemos bem em enredos televisivos, como a arte da telenovela, mas em nosso dia a dia, geralmente somos colocados à prova, muitas vezes na convivência que perfaz os dias de nossas vidas, nos tornando algumas vezes, desgostosos em nosso vivenciar mundano.

Conhecemos em nossas vidas, tantas vezes, pessoas difíceis, pessoas grosseiras e pessoas amargas. Vale que nos lembremos, que isso não é um padrão, mas que cruzamos nas intempéries das rodas do tempo, pessoas bem parecidas com as quais aqui, acabo de citar e comentar.

Mas sabemos que pessoas ternas, dóceis e prudentes, existem. Não nos permitamos amargarmo-nos com o fel que muitas vezes direcionam a nós.

Saibamos agir e reagir, de formas distintas. Saibamos preservamo-nos. Sempre existirá alguém disposto a nos fornecer amores verdadeiros.

10441344_826813017331781_1872474620101100462_n.jpg

Que possamos ser nós, as almas bonitas que vemos estampadas no semblante de personagens fictícios, mas que ao adentrarmo-nos a alma, geram-nos enormes sensações de bem-estar.

Façamos diferente hoje, abriguemos em nossos corações, pessoas que estejam destinadas a cruzar o nosso caminhar. Que a paciência, o cuidado, o carinho, sejam as únicas armas que direcionaremos ao outro. Sejamos cuidadosos, sejamos cautelosos, pois tudo que direcionamos ao alvo, será redirecionado a nós, como retorno, e isso se dará de forma positiva ou negativa.

Emprestemos ao mundo, o nosso óculos de bem-aventurança e de colírios, que nos farão enxergar o outro, com mais generosidade e com a nitidez que fizer-se-á necessária, para que possamos sempre ocasionar ao nosso semelhante, o melhor que guardamos dentro do nosso coração.

Seja como ela foi, inebriante e dulcificada, mesmo que isso te pareça difícil demais de ser consumado por ti. Abrace mais, sorria mais, empreste ao mundo, sempre o melhor que você puder oferecer. Pois nunca saberemos em quais condições estaremos, se o embate diário for uma constante.

Façamos por nós, façamos pelo outro, sejamos generosos e cuidadosos, pois a vida se torna linda, para os olhos de quem a vê assim.

Seja o amor resplandescente. Cedo ou tarde notará, que o que for diferente disso, será um erro fecundo. E um erro profundo não deve jamais ser levado em consideração.


Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade... Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa. Acompanhem-me em minha página: (https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/).
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Thiana Furtado
Site Meter