o infinito é logo ali...

Escrever é como sonhar desperta...

Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade...
Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa.
Acompanhem-me em minha página:
(https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/)

É preciso que abandonemos as resistências

Estejamos certos de que precisaremos romper com tudo que nos agrida, para que possamos ressurgir das cinzas, inebriantes como o amarelo ofuscante do sol.


sun.jpeg

Chega um momento em nossas vidas, onde as coisas vão ficando mais verdadeiras. De tanto espremer a laranja, perceberemos que restou um enorme litro de suco bem concentrado, porém muito suave.

E não importa o quão calejado você esteja, é chegado o momento de percebemos que das experiências da vida, restou-nos o aprendizado.

De que de tudo que vivemos, podemos agora absorver as lições apreendidas pela estrada encantada desse tempo, quando medido pela força de nossa superação.

Que possamos perceber, que estamos a mil léguas de distância, de tudo que um dia nos aprisionou, nos tornando cúmplices de um crime que nunca compensou.

É chegada a hora de arregaçarmos as mangas e abraçarmos o dever e a luta, que insiste em nos mostrar, que apesar de tudo, nós ainda estamos aqui, firmes, fortes, porém, constantes.

Que a partir de agora, absolutamente nada nos colocará no chão, e que o sabor da vitória sabiamente conquistada por nós, será a ferramenta e a ponte que precisaremos ultrapassar, para sermos sempre senhores de nós mesmos.

Que nem sempre teremos todas as respostas, mas a vida sempre nos apontará a direção correta. Que devemos nos conhecer sempre mais, até chegarmos a conclusão de que já fizemos o suficiente por nós.

Chegará o dia, em que poderemos deitar-nos sob o sol, tendo a exata ciência de que se ficarmos muito tempo expostos abaixo dele, isso por certo nos causará danos irreversíveis e que este dano, apesar de inofensível no momento, nos provocará queimaduras que nos ocasionarão enormes aflições e prováveis dores de cabeça futuramente.

Pois, conscientizemo-nos de que não devemos somente aguardar a oportunidade certeira, que muitas vezes tornar-se-á preciso e necessário termos obrigações conosco, por sermos inexatos, porém sendo sempre mais sábios do que o porvir. De que devemos ir até lá e finalmente poder cumprir com todo o necessário de que necessitamos fazer.

De que devemos e podemos fazer isso principalmente por nós mesmos, pois estejamos certos de que ninguém abraçará causa tão nobre quanto a que podemos direcionar a nós.

Saibamos que é função do caráter, assumirmos posturas mais dignas em nossas vidas. E que devemos dar aos possíveis ofensores de nossos caminhares, a oportunidade de ficarem exatamente onde estão, que não devemos ofertar-lhes chance nenhuma de poderem avançar no terreno onde não foram convidados a estar.

figuração.jpg

Somos nós quem devemos impor os limites que devem ser cuidadosamente direcionados a nós. Preservemos as nossas consciências, e que elas tenham a função merecedora de colocarmos dentro de nosso ser, todos os pingos nos "is" que estejam faltando...

Sejamos merecedores do que Deus julgue que nós, por livre arbítrio, sejamos dignificados. E que a vida nos aponte sempre a direção certa, onde os nossos sonhos serão as metas que precisam ser cuidadosamente atingidas por mim, por você e por todos.

Valerá sempre a pena, acreditarmos que por trás de cada dúvida, existirá a crença de que o trem da vida chegará com a firme certeza, ao seu destino final, no momento mais oportuno.

Que as pessoas são e serão os peões que permanecerão em movimento, e que ele só cairá no chão, quando a partida da vida se dê por vencida e finalmente encerrada, colocando um ponto final no que aqui, pudermos chamar de morada dos homens.

Chegará a hora, onde todos poderemos somar uns aos outros, ao invés do que muitos de nós acostumamo-nos a fazer, que é subtrair o que poderia ser dividido ou multiplicado, através da convivência apropriada, nesta sociedade que encontra-se profundamente adoecida.

Façamos a diferença, e tenhamos a certeza de que ao final deste jogo, peão e rainha voltarão para a mesma caixa, e que tudo que for vivenciado por nós, ficará pendurado nas páginas desse tempo, onde é permitido que tudo aconteça, sabendo que devemos estar aptos a recomeçar sempre, sem desfalecer, e quando desfaleçamos, que possamos levantar-nos dignamente, sabiamente e amorosamente, sempre uma vez mais, que é para não nos esquecermos de que o cara lá de cima não abandona ninguém.


Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade... Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa. Acompanhem-me em minha página: (https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/).
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Thiana Furtado
Site Meter