o infinito é logo ali...

Escrever é como sonhar desperta...

Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade...
Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa.
Acompanhem-me em minha página:
(https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/)

Mundo Vegano, sonho possível ou meta inalcançável?

Um novo mundo está por vir. Um mundo recheado de amor e respeito ao próximo e aos animais.
Não, não é meramente utopia de alguns, é algo que certamente ocorrerá e que chegará em seu lar, como um sol sempre bem-vindo que invade a sala de seu bem-estar todas as manhãs...


animais-todos.jpg

É maravilhoso poder alimentarmo-nos de forma saudável. Não ingerir carnes foi um passo gradual que percorro a dezesseis anos...

Traz-me bem-estar comer tudo que como... Sinto-me feliz, comer com culpa não é agradável, dilacera o nosso espírito. Saber que o que você come não está ferindo ninguém, é maravilhoso.

Tenho certeza que muito em breve, teremos nos supermercados variedades de tudo que por opção, escolhi comer, que não derive de nenhum modo de qualquer tipo de proteína animal.

Estamos evoluindo e, em breve, essa meta, tenho certeza, será alcançada.

É importante que você vá no seu tempo, devendo seguir nesse ritmo, pois agir com lealdade perante as coisas que deva-se acreditar serem as melhores, não para um, mas para todos, é essencial para que se consiga levar adiante essa prática considerada divina por muitos de nós.

Não devemos considerarmo-nos superiores aos animais, muitos por aí costumam dizer, ao defender-se, justificando o porquê de colocarem o homem no topo da cadeia alimentar, terminando por portar-se como soberanos e absolutos, enfatizando o fato de estarem lotados de razão, defendendo-se da pressão de pessoas que já abandonaram o hábito de se alimentarem desse tipo de iguaria.

Acredito que se formos considerados superiores de alguma forma, este será mais um belo motivo para não nos alimentarmos de restos mortais dos animais que estão em questão... Já ouvi dizer que o futuro da humanidade está na alimentação Vegana, e eu acredito fielmente nisso.

Muitos veganos e vegetarianos revoltam-se, são agressivos, mas essa conduta é equivocada, se essas pessoas portarem-se desta maneira, não conseguirão fazer as partes que lhes cabem de forma realmente elucidativa e construtiva. Caminhemos, mesmo que em passos lentos, porém progressivos.

Tantas coisas já foram legalizadas no passado e, séculos depois, vimos tudo como absurdamente descabido. Assim será com a alimentação, futuramente.

É fato que, às vezes eu também me revolto, mas revelo através de minha experiência, que o que aconteceu comigo foi uma mudança de consciência... Comecei a sentir de verdade a dor que esses animais sofrem ao serem assassinados com requintes de crueldade pelos psicopatas encarregados.

Sim, psicopatas.

A carne que você ingere veio de um ritual macabro. É importante ressaltar que os animais soltam na carne o medo que sentem antes da morte que está por vir, e você ingere isso, mas isso para mim não é o mais importante, isso é remediável, apesar de podermos com isso atrairmos doenças oportunistas, mas o que está em jogo são vidas, são criaturas que não pediram para vir ao mundo, mas que servem de bode expiatório apenas para satisfazer o apetite animal da raça humana.

Animal, porque o prazer que vos faz salivar é pré-histórico, nós transcendemos esses costumes, e é exatamente por isso que é difícil simplesmente eliminarmos radicalmente esses costumes, difícil, porém urgente e necessário. Todos podemos adquirir consciência.

Muitos defensores irradiam raiva latentes e imediatas, mas a medida que vamos amadurecendo, vamos aprendendo a preservar a nossa saúde emocional e mental, além do que, a revolta nunca traz resultados positivos. Eu não parei de comer carne repentinamente, foi algo gradual. Vou e fui no meu ritmo, na medida do meu despertar interno.

Quem ingere carnes, apenas precisa modificar os padrões de sua mente, e modificar os costumes de gerações que foram incorporadas a nós… Tenho certeza que chegará o dia em que este hábito será considerado ultrapassado, e de gerar incredulidade às gerações futuras, estas que nós e os filhos de nós, também farão parte.

carne ou verdurra.jpg

Não devemos condenar quem come carne, apenas compreender que é um hábito, um mal hábito que precisa ser descartado. Espero com muita sabedoria, na cadeira de expectadora e antiga participante, que há de chegar o tempo, em que todos se conscientizarão, e que farão de seus hábitos tão egoístas, algo que será apenas algo para se guardar na memória e de dizer, “eu estava neste estágio, hoje mudei, hoje evoluí”, isso é claro, levará várias gerações ainda.

As mudanças acontecem de forma global, e elas acontecem progressivamente, para que se modifiquem hábitos seculares. A mudança já começou, desejo a você e aos filhos seus , mas principalmente aos animais, que este planeta que hoje é festejado a duros golpes no corpo de um inocente, quando não, pendurado até a morte em agonia, que este seja e transforme-se em um planeta de harmonia, onde um mais um será dois e não apenas um, o então “eu” egoísta em questão.

Esse sonho é possível, existem por aí variedades incalculáveis de novos sabores sendo comercializados pelo mundo inteiro, e é tudo muito saboroso, acreditem. Modificarmos o nosso paladar, é darmos uma gloriosa chance à vida e a toda a atmosfera verde do mundo.

Comer sem culpa é lindo, é progressivo, toda a natureza lhe agradecerá. O planeta grita por socorro, é chegada a hora de cada um fazer a sua parte.

Que este mundo conturbado venha a ser um planeta de harmonia, consciência, raciocínio e bondade, para que possamos todos aqui, conviver e viver... Paz na terra, é o que desejo a todos nós.


Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade... Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa. Acompanhem-me em minha página: (https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/).
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Thiana Furtado