o infinito é logo ali...

Escrever é como sonhar desperta...

Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade...
Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa.


Lancei, em 2018, o livro:
Minha vida com o transtorno esquizoafetivo. Volume 1.
Como sobrevivi a um desastre mental.
A obra encontra-se em diversas livrarias espalhadas pelo Brasil.

Acompanhem-me em minha página:
(https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/)

De onde brotam os nossos defeitos mais íntimos?

Se você, assim como eu, e como todos, apresenta defeitos, tente não escondê-los...
Assuma-os de vez e diga em alta sonoridade para si mesmo:
Eu posso vencê-los!


meadow-746120_960_720.jpg Crédito da imagem: Pixabay

Todos nós sabemos que, muitas vezes o que tentamos esconder pode ser a demonstração de algo muito importante do que temos guardado dentro de nós… Como os nossos defeitos, por exemplo.

A maioria de nós, apresenta guardado dentro de si, mecanismos de defesa que quando algo, de alguma maneira, nos incomoda, essa emoção incontida surge feito um vulcão em erupção, com tamanha força que acaba por destruir tudo que existe ao nosso redor… Esses infortúnios aparecem sempre que estamos desprevenidos, enaltecendo algo em que muitos de nós nos envergonhamos, mas que é parte que compõe intimamente o nosso self…

O nosso eu, sobretudo o superficial, pode esconder armadilhas perante as quais poderíamos nos encontrar em apuros, cada vez que o abafamos, pois negar as suas evidências é colocar em xeque-mate o livre respirar de sua fotossíntese fundamental…

Cada vez que colocamos a sujeira pra debaixo do tapete, e teimamos em insistir no erro de não ouvi-lo, atraímos e fazemos crescer dentro de nós, um inimigo que poderia se tornar poderoso. Como um vírus encarregado apenas de permanecer alojado dentro de nós.

Mas quando o ignoramos, ele passará incansavelmente a crescer em tamanho, aumentando em grande escala os seus sintomas. Portanto é preciso entendermos que certas coisas são como um fantasma para nós, e que, por certo serão o nosso maior aliado, quando sôfregos, desmedimos alguns acontecimentos através da intensidade enaltecida dos nossos sentimentos menos elevados…

Seria imprescindível fazermos uma boa checagem em nossos impulsos, para que possamos gerar força e direcionamento. Quando algo estiver destruindo as vias naturais da respiração saudável do decorrer inviolável que percorre todo o nosso organismo, é preciso recuar alguns passos, para que possamos analisar os fatos diante de um novo ponto de vista…

Eu, por exemplo, demorei muito tempo para reconhecer que o meu ego poderia ser deixado de lado, para que, no mesmo instante, pudesse ver florir os suaves e delicados acordes de minha alma…

Não é preciso um grande esforço para que possamos reconhecer que podemos sempre colorir um novo dia com nuances variadas, que serão o reflexo dos nossos melhores sentimentos, esses que poderiam iluminar tudo ao nosso redor…

Comece por fazer a sua parte, um ego vigoroso é o reflexo de alguém que subiu alto demais, e que agora tem medo da altura em que se encontra, equilibrando-se lá em cima, diante dos holofotes de suas incertezas mais indignadas.

É preciso entendermos que não precisamos de muita coisa para percebermos que duas almas precisam dialogar com um bom nível de veracidade para que possam finalmente equilibrar-se em perfeita harmonia…

Somos os divinos criadores de nós, e tudo aquilo que almejamos, será fruto do que um dia sabiamente conquistamos… O troféu será a esperança que conterá a força da realização, que você sabiamente lutou e luta diariamente para conquistar.

Porque a vida nos surge com muita gratitude, como uma bela cereja adocicada de um bolo. Tal cereja, essa que todos almejam, mas que por educação ninguém ousa apanhar, ou retirá-la de lá, é, para nós, de sabor inigualável…

Entretanto todos nós sabemos que elas existem em abundância em muitos estabelecimentos, e que nós só precisamos vencer o comodismo, para que possamos ir até eles para que possamos adquirir uma infinidade delas… E o melhor certamente virá agora:

O sabor apreciado é exatamente o mesmo!

Elas não serão como o enfeite mais cobiçado do bolo, mas alimentarão em muito, as esperanças de que podemos ir em busca de melhores realizações interiores. E a nossa inércia talvez não tenha tanta importância, diante da magnitude que exala a sobrevida de nossa alma…

Sendo assim, os nossos defeitos poderão ter uma nova cor, e estarão cada vez mais distantes das nossas virtudes mais resguardadas...

Saibamos que devemos lutar com graça, para que o nosso brilho seja sempre uma aliança que será a conquista mais almejada de todas as nossas refeições…


Thiana Furtado

Escritora por paixão, aventureira por conexão, e admiradora de tudo que nos remeta a uma possível felicidade... Insisto em acreditar na bondade que habita dentro de cada pessoa. Lancei, em 2018, o livro: Minha vida com o transtorno esquizoafetivo. Volume 1. Como sobrevivi a um desastre mental. A obra encontra-se em diversas livrarias espalhadas pelo Brasil. Acompanhem-me em minha página: (https://www.facebook.com/amantesfecundosdotempo/).
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Thiana Furtado