o segredo da pausa

O que existe no silêncio dos intervalos?

JULIANA VALENTIM

Nós moramos mesmo é nas entrelinhas, no silêncio dos intervalos. Somos feitos de uma voz que grita e uma voz que cala. Como música! A magia não está no que se ouve, mas no exato instante da pausa

Corações que florescem com os Ipês

Um coração que floresce com os Ipês é feito de madeira nobre, por isso, leva tranquilo a sua dor. Porque sabe que, de repente, num piscar de olhos do mundo, vira flor!


ipe-yellow-1741843_1920.jpg

Um coração que floresce com os Ipês é, antes de tudo, um valente. Feito bambu verde que beija o chão, mas não quebra. Feito as árvores do cerrado que secam por fora, mas seguem carregando a seiva da vida do lado de dentro.

É um coração que sabe que a beleza, bem como a felicidade, não são permanentes. Ao contrário, elas existem é na mudança e na espera. O Ipê é mais bonito porque espera. Espera a hora de florescer, uma vez ao ano. E nós sempre nos encantamos com ele, porque também esperamos.

Um coração que floresce com os Ipês aprendeu que em alguns momentos é preciso se recolher, tirar o time de campo, se fortalecer. Mas isso não significa desistir da luta, é sabedoria para entender que tudo tem seu momento certo, ainda que esse momento pareça morar bem longe, em outra estação. Hoje é outono, amanhã é inverno, não tarda e já é verão.

Pulsa coração! Sem medo do que vão dizer. Se pensarem que você vai esmorecer, segue firme, raiz fincada na terra. Mesmo que a casca pareça etérea, por dentro é madeira de lei. O Ipê confia e espera. Ele seca é para renascer.

Como são coloridos! Roxos, amarelos, branquinhos feito cabeça de vó. Seguem caminhando pela vida, pacientes e despercebidos, ninguém os vê. Até que, de repente, uma luz se acende. Haja beleza para encantar tanta gente. Brilham, sozinhos, esses valentes.

Coração feito de madeira nobre leva tranquilo a sua dor. Sabe que, de repente, num piscar de olhos do mundo, vira flor! E é nesse florescer e desflorescer que a vida, árvore bendita, faz aquela sombra bonita pra gente se refazer. Coisa linda é ter um coração que floresce como um Ipê...


JULIANA VALENTIM

Nós moramos mesmo é nas entrelinhas, no silêncio dos intervalos. Somos feitos de uma voz que grita e uma voz que cala. Como música! A magia não está no que se ouve, mas no exato instante da pausa.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //JULIANA VALENTIM