o zumbido coletivo

O zumbido inteligente que você ouve por aí, você lê por aqui!

Alexandre Ferreira

Servidor das letras, funcionário das palavras... ama escrever, escreve porque ama, vive porque escreve... aquele que respira a poesia das coisas cotidianas e procura diagramá-las em alfabeto.

Eu, vento.

Às vezes, vento... noutras, invento!


dandelion-463928_1920.jpg Extraído livremente de https://pixabay.com/pt/photos/dandelion-c%C3%A9u-flor-natureza-463928/

  • Às vezes, invento...
  • Noutras, eu vento...
  • Quando muito, brisa:
  • Alma vagante e fria.
  • Às vezes, me trago.
  • Noutras, eu levo...
  • Parte de mim, lisa:
  • Alma suave, desliza.
  • Vou lá e vou cá...
  • No balanço, concisa...
  • Passarinho de ar:
  • Alma animal se admira.
  • Fico cá, ela lá...
  • Alma errante me eriça...
  • Me troça e torna em mim:
  • Eu tempestade, fui brisa.
  • Alexandre Ferreira.


Alexandre Ferreira

Servidor das letras, funcionário das palavras... ama escrever, escreve porque ama, vive porque escreve... aquele que respira a poesia das coisas cotidianas e procura diagramá-las em alfabeto..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// //Alexandre Ferreira